quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Se...

...ainda tivesse uma pontinha de respeito por Cavaco Silva, escreveria um post a comentar estas afirmações. Como não tenho, apenas lhe peço que renuncie ao cargo, antes de todos os portugueses lhe chamarem o mesmo que ao primeiro-ministro: troca tintas.
Se não percebeu, eu explico: há um ano o senhor dizia que não se deviam atacar as agências de rating. É capaz de me explicar o que se alterou, para ter mudado de opinião e chamar cobardes aos líderes europeus por não enfrentarem o poder dessas agências? 
E já agora, se está tão preocupado com a austeridade, porque não veta as medidas do governo que a aplicam?

9 comentários:

  1. Carlos
    Ele também faz parte desses novos pobres, não?


    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. Claro que é troca-tintas! Vale que neste caso mudou de discurso para melhor, mas nada indica que não voltará a mudar... ;)

    ResponderEliminar
  3. Ele chamar cobardolas aos lideres europeus é de chorar a rir, se nos lembrarmos da triste figura quando se manteve calado perante as criticas pouco diplomáticas feitas por Václav Klaus à dívida de Portugal...O homem está a ganhar espaço político para vir a ser o salvador nacional quando cairmos no inevitável buraco que se avizinha.

    ResponderEliminar
  4. Como o comentário de que ganhava pouco para as despesas deu "pano para mangas", agora está a ver se lhe damos as mangas para ele ajudar a arregaçar.
    beijo invernoso

    ResponderEliminar
  5. Não acho que seja um troca-tintas. É um impostor! Ele está-se nas tintas para a austeridade. Foi ele que os pôs lá - são farinha do mesmo saco. Mas, por outro lado, quer fazer-se de "bonzinho" aos olhos do povo! O dito provedor do povo. Provedor uma ova!

    ResponderEliminar
  6. Meu caro

    o tipo não deve ser levado a sério

    Só nas urnas

    ResponderEliminar
  7. Ele não está bem, Carlos.
    Não estou a ser jocoso.
    Estou a vê-lo cair dia a dia.
    Se é verdade o que se diz, seria realmente melhor demitir-se.
    Até para ele próprio.

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar