terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A gripe P

No Outono de 2009, era a grande estrela da comunicação social. Diariamente surgiam números alarmantes, prevendo milhares de mortos. Houve uma histeria colectiva, a OMS falou de pandemia, multiplicaram-se os avisos para evitar a calamidade, gastaram-se fortunas em campanhas mas, felizmente, o número de  vítimas mortais foi sensivelmente igual ao dos anos anteriores. Os cofres dos laboratórios é que ficaram mais cheios...
Este ano, durante o Inverno- especialmente em Fevereiro-  registou-se um aumento anormal do número de óbitos, especialmente em idosos. Ao que parece, a causa terá sido uma gripe de que ninguém ouviu falar. Não se viu uma campanha, não se ouviu  um alerta especial, para que fossem tomados cuidados com esta gripe, mas ela aí está, mortífera como nenhuma outra.  Talvez seja a gripe I ( de  indiferença) ou a gripe C (de crise).
Há ainda a hipótese de ser a gripe P (de pobreza) criada no laboratório de S. Bento, pelo Relvas 4x4, para que não se fale disto

10 comentários:

  1. Carlos
    Talvez, um tal "laboratório de ideias" ontem apresentado que apresentará as respecivas conclusões em 2015 e cujas soluções terão efeito em 2024, chegue à conclusão qual a classificação a dar a essa tal gripe.

    ResponderEliminar
  2. Provavelmente, Carlos, são todas elas a actuar em conjunto, porque todas elas estão presentes: a I, a C e a P.

    ResponderEliminar
  3. Como sempre os seus comentários são muito oportunos.Em 2009 , com tanta notícia sobra a gripe , foi um susto. Até eu " caí" em ir comprar Tamiflu , que já foi para o lixo por ter passado o prazo de validade sem uso. Este ano, até eu já estive doente , embora de modo leve , pois eu e o vírus já nos deviamos conhecer...Agora que tem morrido muita gente , tem , até aqui no Nordeste tem sido uma razia nos vehotes...M.A.A.

    ResponderEliminar
  4. Me desculpe, mas a mim me parece que seja uma mistira dessas coisas todas.

    Boa tarde.

    ResponderEliminar
  5. Creio que são esses 3 vírus actuando em conjunto que tornam esta gripe especialmente mortífera. E o maior problema é que não vai passar com o inverno, antes agravar-se com a chegada do verão...

    ResponderEliminar
  6. Em contraposição com a histeria coletiva da gripe em 2009, agora vem esta indiferença toda, matando mesmo as pessoas cada vez mais pobres e sem dinheiro para se aquecerem ou resguardarem do frio. Que tristeza!

    ResponderEliminar
  7. Inclino-me para que seja mesmo a "P"!!!

    ResponderEliminar
  8. Pois, eu também acho que esta gripe mortífera tem muito de I, de C, de P, e de falta de S (Solidariedade).

    ResponderEliminar
  9. Este surto anormal de gripe só é anormal para quem não entende o que está a acontecer às pessoas mais carenciadas e estão tão distantes da realidade nas suas casinhas com aquecimento central que lhes falta a compreensão para a evidência.

    ResponderEliminar
  10. Carlos, não ouvimos nada sabe porquê?
    Quer melhor maneira de fazer controle populacional, descartando uns milhares de velhos, principalmente, a quem vão ser deixadas de pagar reformas e gastos outro tipo de cuidados?
    Morreram em duas semanas, mais de 6 mil pessoas.
    O hitler ao pé destas hienas era um pobre aprendiz de exterminador.....

    ResponderEliminar