domingo, 18 de dezembro de 2011

E depois vende as praias à Merkel?


Em apenas 10 dias Pedro Passos Coelho deu quatro entrevistas. Em nenhuma conseguiu apontar um rumo para o país, uma solução para a saída da crise, uma medida que incentive o crescimento.
 O nihilismo discursivo de PPC é preocupante num PM e faz-me recordar um episódio passado há muitos anos na Faculdade de Direito, com Marcelo Caetano. Dizia ele para um examinando que, anos mais tarde, se tornaria num dos professores mais obscuros daquela Faculdade:
“ O senhor tem ideias boas e originais, mas as boas não são suas e as originais não prestam”.
Com Pedro Passos Coelho passa-se o mesmo. Com uma diferença. Quando um PM aponta a porta de saída  para os professores, como forma de ganharem a vida, estamos perante um monstro  que não está nada preocupado em encontrar soluções para o país, mas apenas em desfazer-se das pessoas que o atrapalham.
Se recordarmos que já anteriormente um secretário de estado tinha aconselhado os jovens a emigrar, fica apenas uma pergunta:
Este governo pretende expulsar todos os portugueses do país e ficar apenas com simpatizantes do PSD e do CDS que o venerem ao estilo de Kim Il Sung?
Mas PPC também me fez lembrar  Salazar quando, perante a invasão de Goa, proferiu a célebre frase dirigida aos nossos pobres e mal equipados militares " Vencer ou morrer"
Meio século depois, o lema deste governo é " Emigrar ou morrer".
O Botas está sempre presente na cabeça dos nossos governantes.
PPC não gosta de Portugal, nem dos portugueses. Estará a pensar vender Portugal à Merkel? Talvez ela esteja interessada em fazer das nossas praias e locais idílicos, colónias de férias para os reformados alemães...

Uma prenda de Natal para o nosso querido governo

Este ano vou oferecer este livro aos nossos governantes. Não vos parece boa ideia? É que a biografia de Luiz Pacheco merece ser divulgada...


javascript:void(0)

Cuidado! Ponham a salvo os vossos haveres

Reúne-se hoje o Conselho de Ministros. No final serão anunciados novos métodos de assalto aos nossos bolsos. No seu português peculiar, o PM chama "reformas estruturais" aos roubos diários que faz aos portugueses. Os gatunos (profissionais) quando fazem estes roubos denominam-nos como divisão equitativa de rendimentos.
Bem, mas o importante é que ponham a salvo os vossos haveres, fechem portas e janelas, porque o gang da São Caetano vai atacar hoje ao final do dia.
No entanto, como não sou rancoroso, ao final da tarde vou divulgar aqui a prenda de Natal que comprei para oferecer ao nosso amado governo.

A Europa connosco

O sorteio de ontem das competições europeias determinou que, pela primeira vez em muitos anos, pode ficar reservado às equipas de Lisboa a defesa do futebol português, a partir de Fevereiro.
Na Liga dos Campeões, o Benfica vai defrontar o Zenit e, se não acontecer nada inesperado, pode desde já reservar lugar nos quartos, pois os russos estão perfeitamente ao seu alcance.
Já na Liga Europa, as esperanças do FC do Porto eliminar o Manchester City são praticamente nulas. Como é que uma equipa que não conseguiu vencer os cipriotas do Apoel, nem os russos do Zenit, pode ultrapassar o líder do campeonato inglês, sério candidato a vencer a competição? O FC do Porto não vai atirar a toalha ao chão, mas é bom que se concentre no campeonato, pois é a hipótese que lhe resta para salvar uma época desastrosaO Sporting de Braga tem hipótese de levar de vencida os turcos do Besiktas, equipa onde jogam vários jogadores portugueses ( Quaresma, Hugo Almeida e Simão) e treinada por Carlos Carvalhal, que já treinou o Braga. Com muita concentração e sem a adversidade de alguns jogos da fase de grupos, o Sp. de Braga pode aspirar a seguir em fente.Finalmente, o Sporting. Saiu-lhe o adversário mais tenrinho – o que já se esperava, uma vez que venceu o seu grupo de apuramento. Uma viagem à Polónia, para defrontar o Legia Varsóvia não dará para fazer turismo, mas permite-lhe ter dois jogos descansados, que servirão de bons treinos para os jogos da Liga interna.
Conclusão: A fava saiu ao FC do Porto. Um castigo merecido para quem não se aplicou como devia durante a fase de grupos da Liga dos Campeões. Nos restantes jogos, as vitórias de leões e águias serão o desfecho natural.

Já o Braga, tem 50% de hipóteses de eliminar os turcos, o que fará se for uma equipa competente e madura.

Enfim, a europa futeboleira não nos tratou mal, mas preferia que nos tratasse bem naquilo que é realmente importante.

Bate,bate,coração (37)


Dizem que é mais americana do que brasileira, mas o ritmo não engana...