sexta-feira, 30 de setembro de 2011

CR sub-30: os códigos





Ainda não disse que os seniores viajam de fato e gravata, o que na sua idade é, normalmente, um código indicador de que têm emprego. São empregados por conta de outrem, caso contrário viajariam em viatura própria. Noutros tempos, quando eram jovens, romperam com os ditames da moda, inventaram um novo estilo de vestuário que não respeitava códigos. Adultos e bem instalados na vida recuperaram os códigos dos pais.

Os jovens vestem de forma diferente. Um deles usa fato e gravata e um discreto piercing no lóbulo esquerdo. Cabelo cuidadosamente penteado, calças com vincos bem definidos e sapatos brilhando.O outro usa jeans, sapatilhas e uma t-shirt estampada debaixo de um blusão. No pescoço, emerge a ponta de uma tatuagem. Ambos levam consigo computadores portáteis.

Os seniores são filhos de uma geração que utilizava códigos de vestuário que estratificavam as pessoas social e profissionalmente. Talvez por isso vistam fatos cinzentos muito semelhantes e gravatas discretas, numa concessão à memória dos pais.

Os jovens já não pertencem a esse mundo. A forma de vestir deixou há muito de ser um código massificado, cada um veste-se de acordo com o seu gosto pessoal. O piercing, a tatuagem e o computador portátil que ambos transportam, não deixam, no entanto, de ser códigos. Os dois vão trabalhar. Quiçá na mesma empresa, até no mesmo departamento e talvez partilhem um gabinete. No entanto, cada um criou a sua individualidade , o seu “eu”, sem necessidade de uma manifestação grupal e distintiva.

Na época da sociedade de consumo de massas, em que cresceram e viveram aqueles seniores, a moda ditava as regras em cada estação do ano. Na sociedade do hiperconsumo e da hiperescolha, em que vivem estes jovens, são eles a ditar as regras, transmitindo sinais ao mercado sobre as suas expectativas e exigências.

Foi assim que a moda se segmentou em nichos de mercado, procurando agradar a todas as clientelas, satisfazendo todos os gostos, mesmo os mais bizarros. Quando os seniores eram jovens, não havia moda de roupas para grávidas ou obesas, para bebés ou velhos. O fato de treino era exclusivo dos atletas e as roupas explorando a sexualidade feminina eram (quase) exclusivamente destinadas às “teenagers”.

Hoje em dia, quem tentar analisar alguém através dos códigos de vestuário, corre o risco de cometer sérios erros. Os códigos não são, no entanto, exclusivos do vestuário e adereços. Existem nas actividades de lazer e culturais, nas opções alimentares, na forma como decoram os espaços, nas opções de férias, na forma como cuidam do corpo e, essencialmente, na forma como se relacionam com os outros.

(Continua)

Sugestões de leituras complementares: Hoje proponho esta leitura para os homens


Para quem se interessar sobre questões da moda, recomendo a leitura dos posts 111 a 116 do Rochedo das Memórias

Tome o pequeno almoço com as baleias

Com esta notícia termino a publicação de posts sobre o ano de 2031, numa "parceria" com o jornal gratuito Metro. Logo mais, continua a viagem de Metro


Na Patagónia argentina, a construção sofreu um boom espectacular, graças aos investimentos sul-coreanos. Um hotel de 7 estrelas foi construído em Península Valdez, tendo todos os quartos, equipados com piscina, vista para as baleias e restante fauna marítima, que está quase em vias de extinção. O património natural da Terra do Fogo foi devastado pela indústria farmacêutica, que aí encontrou a substância necessária para o fabrico da vacina contra o vírus da Gripe Z, com origem na Indochina. Os vestígios do Perito Moreno continuam a ser visitados anualmente por milhões de turistas orientais, enquanto os chineses acabam de estabelecer um consórcio com Angola e a África do Sul, para a exploração de minérios raros em Machu Pichu, no Peru.

Justiça portuguesa ganha credibilidade

Aqui vai mais um post futurista

Lisboa, 30 de Setembro de 2031


Foram finalmente condenados os três réus do caso Casa Pia, entretanto falecidos. Os casos Freeport e Face Oculta aproximam-se das alegações finais e o Primeiro Ministro Paulo Tavares, filho do escritor e jornalista Miguel Sousa Tavares, anuncia a construção da 7ª travessia sobre o Tejo, ligando a estância balnear do Bugio ao Forte de Caxias.
Há mais seis acusados na Operação Furacão. Dias Loureiro e Armando Vara reformaram-se há vários anos, mas os seus processos continuam em segredo de justiça.


A polícia brasileira continua a investigar se Duarte Lima ( falecido no início do ano num acidente de automóvel) tem alguma responsabilidade na morte da viúva de Tomé Feiteira. O semanário Sol , graças à investigação levada a cabo por Teresa Cabrita, filha mais nova de Felícia Cabrita, apresentou novas provas que incriminam Duarte LIma, mas a polícia brasileira recusou-se a comentar.


Turquia adere à União Europeia em Outubro

O CR associa-se à iniciativa do jornal Metro e publicará quatro posts futuristas sobre o mundo em 2031
Aqui vai o segundo:


A União Europeia, presidida pela filha de Mussolini, anunciou que a Turquia será, a partir de 1 de Julho, o 39º estado-membro. A adesão será concretizada a 13 de outubro, dia em que o Parlamento Europeu irá votar o Tratado de Vilnius - sucessor do Tratado de Lisboa- que os estados -membros estão a discutir há sete anos, prevendo-se agora um entendimento, graças à intensa actividade diplomática da Ucrânia, Rússia e Bulgária, que obrigaram alemães e ingleses a ceder às suas pretensões.


A aprovação deste Tratado é fundamental para o futuro da Europa, actualmente o maior exportador do mundo, mas que os chineses acusam os europeus de concorrência desleal, por praticarem salários de miséria. Este ano aumentou o número de cidadãos europeus que emigraram para a Ásia e América Latina, em busca de melhores condições de vida. Mas a Europa continua a dar cartas no desporto. No futebol, por exemplo, a Suíça sagra-se campeã mundial.

MP 12 revoluciona o mundo dos gadgets

O CR decidiu associar-se à iniciativa do jornal Metro e publicar, ao longo do dia, alguns posts sobre o mundo em 2031. Aqui vai o primeiro:

Será hoje apresentado, na sala de espectáculos do Burj Dubai, o gadget que fará as delícias dos consumidores de todo o mundo: o MP- 12. Para além das funções do MP-4, este aparelho inventado pelos japoneses traz incorporado um Karaoke, a Bimby, uma televisão digital de imagem tri-dimensional, telescópio, computador pessoal com ligação a 179 redes sociais, “scanner” com capacidade para digitalizar a biblioteca do Pacheco Pereira na Marmeleira, em apenas 39 segundos e detector de terroristas.Os convidados para a cerimónia deslocar-se-ão nos seus monolugares telecomandados e movidos a laser, baptizados com o sugestivo nome de “ Alegria do Povo”, e terão oportunidade de assistir à primeira actuação da mop star virtual Sun LiSerá também lançado em Xangai o livro “ E Tudo o Oriente Levou” do escritor cambojano, Ka Mah Ne

Sucessos de Verão - The End


Termina hoje esta rubrica sucessos de verão. Nada melhor do que fechar a porta com uma última Valsa, que foi outro estrondoso sucesso de Verão. Não vos parece bem?