terça-feira, 20 de setembro de 2011

(Des)União Europeia

Quando a Europa não se consegue pôr de acordo nas mais elementares e básicas matérias, como é este caso, pergunta-se. Para que raio é precisa a União Europeia? Para uniformizar a curvatura dos pepinos, e regulamentar o uso de silicone nas implantações mamárias?

Edital do passismo chumbado por vício de forma

No blog das sentinelas lamboseiras do passismo, foi afixado um edital ( ali não se escrevem posts, só sentenças) onde se proíbe qualquer pessoa ligada ao anterior governo de criticar as dívidas e falcatruas da Madeira. O edital invoca, como argumento para a deliberação, o facto de ter sido o partido do anterior governo a atirar o país para as mãos da troika. Face a este argumento, ficam todos os visados autorizados a desrespeitar o edital pois, é sempre bom lembrar os mais distraídos, quem atirou o país para as mãos da troika não foi o PS, mas sim os partidos que chumbaram o PEC IV.

Facebook à moda de Chaves


Ponto prévio: gosto imenso da cidade de Chaves onde já fui- e continuo a ser- muito feliz. Gosto da sua simpatiquíssima gente e... bem, o melhor é deixar o resto para um post que escreverei sobre Chaves nesta nova rubrica " Volta a Portugal em blog"

Estou em Chaves durante a Feira Medieval. Petisco numa tasquinha, junto a um grupo intergeracional numeroso. A conversa trava-se num tom de excessivos decibéis e as sucessivas referências ao Facebook levam-me a apurar o ouvido, arrefecendo por momentos a conversa sobre "A Pátria dos Abusos" ( um dia hei-de voltar a falar-vos deste livro...) que mantinha com a minha interlocutora.

Percebo que uma jovem está a ser alvo de chacota, pelas razões que invoca para não aderir ao FB. A determinada altura uma senhora pergunta:

- Ó Miguel, diz lá o que é isso de que vocês estão a falar de que a Mariana não gosta...

- É o Facebook, Dona Fatinha. Uma rede social na Internet, onde as pessoas se juntam para conversar.

- Ó filho, deixa lá isso! A minha Mariana sempre foi muito independente, nunca gostou de ajuntamentos...

(Continua aberta a votação para as especialidades gastronómicas da blogosfera. Aqui)

Figura da semana

" O tratamento do dinheiro foi feito, não por gente honesta, mas por aves de rapina que no vocabulário português têm o nome de ladrão"

Esta frase foi proferida por D. Januário Torgal Ferreira em 2004 e muito glosada pelos blogs do costume para invocarem a falta de seriedade do governo de Sócrates ( apesar de ter sido proferida durante o governo de Durão Barroso).

No sábado, D. Januário deu uma entrevista à TSF ( cuja audição recomendo vivamente) onde afirma que tem vergonha deste país. Não é o único!
Numa entrevista duríssima, onde não se coíbe de tecer severas críticas à Igreja e elogiar os partidos de esquerda, D. Januário põe o dedo em muitas das feridas de que padece a sociedade portuguesa e o actual governo .
Tive a felicidade de ser seu aluno. Admirava-o como professor e como homem, pela verticalidade e coerência. É das pessoas que nos fazem acreditar que na Igreja ainda há gente que vale a pena ouvir e com quem é um prazer falar.
Pena que uma Igreja que tanto lamenta a pobreza, mas vive numa despudorada opulência, não se reveja nas suas palavras.

























Sucessos de Verão (55)


Ontem falei aqui deles e hoje escolhi um dos seus grandes sucessos. Também não foi fácil a escolha...