domingo, 4 de setembro de 2011

Aula de cirurgia plástica

Passos Coelho fartou-se de anunciar "cortes na gordura do Estado", mas até agora só o vimos cortar na gordura dos portugueses.
É como se uma pessoa fosse a um cirurgião plástico pedir para lhe cortar as adiposidades na barriga e na queixada e saísse de lá sem os dois braços. Passos Coelho não percebe a diferença, mas era bom que alguém lhe explicasse...

Não queremos milagres... queremos justiça!

O ministro Gaspar foi à Universidade de Verão do PSD, para dizer aos jotinhas que não há soluções milagreiras para Portugal.
Nós não queremos milagres, senhor Gaspar. Queremos justiça e, acima de tudo, gente honesta a governar o país. Não queremos sonsos, queremos homens.Não queremos gente que vá fazer vénias à Merkel, ou se ajoelhe perante o Jardim. Queremos varões com testosterona e tomates, capazes de de dizer a Jardim, "basta de roubar os cubanos". Quando os portugueses querem milagres, vão a Fátima, não vão ao ministério das finanças à procura de um curandeiro. Para isso vão a Vilar de Perdizes!

Bate, bate, coração (23)


E ontem, por causa da Festa do Avante!, lembrei-me desta senhora. E da ilha, claro, mas essa fica para outro dia de domingo. Espero que tenham um domingo fascinante!

Nada de novo, portanto...

Tal como previra, quando chegasse a altura de cortar na despesa, ficaríamos a saber que iria incidir sobre a segurança social, a educação e a saúde. O despedimento de funcionários públicos virá depois. Nada de novo, portanto...

A novidade é a extinção das Direcções Regionais da educação ( e da Segurança social?) que poderão efectivamente contribuir para a diminuição da despesa. Aquelas estruturas pesadas já não se justificam mas temo que a sua extinção aumente a macrocefalia de Lisboa em relação ao resto do país. Mais uma vez, se assim for, quem fica a perder são as pessoas...