terça-feira, 24 de maio de 2011

Notícias da Guiné

À atenção do candidato que casou com África.
Obrigado, Helena.

O ovo Kinder




Há poucos meses, Morais Sarmento dizia de Passos Coelho:


“Ainda é um ovo Kinder Não tem provas dadas”


Agora apareceu na campanha eleitoral para lhe dar um abraço e tecer rasgados elogios ao "futuro primeiro -ministro"
Há políticos que são como as putas ( com o meu pedido de desculpa às putas pela comparação ) Desde que lhes cheire a dinheiro, vão para a cama com qualquer maltrapilho.

Os filmes da minha vida (17)

Uns amigos convenceram-me a ir ver este filme, num domingo de manhã no Império. Não tinha quaisquer expectativas mas, quando o filme terminou, constatei que dificilmente deixaria de ser um dos filmes da minha vida.


Os papagaios da República



Eu sei que este post vem atrasado, mas não podia deixar de fazer uma referência às declarações de Pedro Passos Coelho sobre o Programa Novas Oportunidades que revelam a sua ignorância e irresponsabilidade.

Por motivos profissionais conheço bem o PNO e, por isso, não resisto a repescar e actualizar um post escrito em 2009 noutro blog que resultou numa acalorada discussão, útil para perceber a ignorância dos portugueses sobre esta questão.
Pedro Passos Coelho pegou numas críticas que Medina Carreira fez em 2009 ao programa “Novas Oportunidades” e fez eco das suas palavras afirmando, do alto da sua arrogância pedante que é uma trafulhice e uma aldrabice.
Tal como MC, Coelho perdeu uma boa oportunidade para estar calado. Falou de cor, à espera dos aplausos da plateia e dos votos de alguns ignorantes. Desafio-o a alicerçar a sua opinião em factos.Visitei muitos Centros Novas Oportunidades, empresas que implementaram o programa, falei com dezenas de formadores e de formandos, com gestores de empresas, conheço os referenciais, sei como são aplicados, conheço o grau de exigência que obriga muitos candidatos a abandonarem os CNO, constatei como o PNO mudou a vida de muitos cidadãos deste país e estou em condições de garantir que as afirmações de Passos Coelho são mais uma das suas “boutades” popularuchas, completamente descabidas, carentes de veracidade e não encontram eco nas empresas que desenvolvem o programa.


Tal como Medina Carreira, PPC fala de tudo, diz mal de tudo, parece um papagaio a declamar aquilo que os tugas gostam de ouvir. Antes de dizer disparates, seria bom informar-se. Lendo testemunhos, ou auscultando a opinião das empresas que estão a implantar o programa, o aplaudem e consideram uma mais-valia.

Saberá PPC que a Câmara de Comércio Luso-Sueco está a desenvolver, com o apoio de um dos mais prestigiados centros de formação europeus,um programa no âmbito das “Novas Oportunidades” que está a ser aplicado em várias empresas portuguesas, entre as quais os CTT? As suas afirmações sobre o “Novas Oportunidades” além de revelarem ignorância, são um insulto a empresas, formandos e formadores.

Haverá, certamente, melhorias a introduzir, aspectos a corrigir, mas afirmar que é uma trafulhice revela falta de senso e mesmo má-fé. Se pensa que é verdade, como afirmou Medina Carreira, que os alunos do PNO vão lá, "entregam um papel e voltam passado um ano para receber o diploma”, tenho de lhe dizer que, além de ignorante, é MENTIROSO! Provavelmente está a confundir o PNO com as passagens administrativas do PREC, que permitem a alguns andarem a pavonear-se com títulos académicos obtidos na secretaria a troco de algumas notas de mil escudos.Ou a cursos comprados em pacotes em algumas universidades privadas. Sabe PPC que conheço uma pessoa das suas afinidades no PSD, que ao fim de três anos a marcar passo na Faculdade de Direito se inscreveu numa Universidade privada e conseguiu fazer 13 ( treze) cadeiras num só ano? Estou curioso por saber qual o tachinho a que vai ter direito...
Com a preciosa ajuda de alguma comunicação social( sempre disposta a reproduzir críticas, mas pouco interessada em saber a verdade e que alegremente confunde o “Novas Oportunidades” com o ensino secundário, escamoteando que essa via é assegurada apenas pelos cursos EFA) e animado com os aplausos babados dos bloguistas do costume, PPC pretende concorrer com Medina Carreira a papagaio da República.

Recomendo-lhe, por isso, que leia os estudos de avaliação que estão publicados na net, fale com empresas como a Sonae ou a Unilever, por exemplo, e pergunte aos seus responsáveis como avaliam o PNO. E, já agora, aproveite também para ler o livro “Testemunhos: Trajectos de Qualificação”para ficar a perceber como as “Novas Oportunidades” mudaram a vida de tanta gente.

Ah pois, esses testemunhos foram recolhidos por jornalistas sérios, que não andam a fazer fretes a nenhum partido, não é? Então esqueça....

Morning call

O problema de estacionamento nas grandes cidades portuguesas vai ser resolvido em breve. De acordo com o INE, no ano 2100 a população portuguesa será de 6,8 milhões.

Grandes realizadores (17)

Lars von Trier





Já ganhou em Cannes, tudo o que tinha para ganhar, mas só em 2000 foi distinguido com a Palma de Ouro, graças a esse esplendoroso "Dancing in the Dark".




"Europa" ( que não vi) e "Ondas de Paixão" receberam o Grande Prémio do Júri em 1991 e 1996, mas "Dogville", com a magistral Nicole Kidmann, é sublime.




Em tempo: esta escolha estava feita desde o início do mês, muito antes do episódio que protagonizou em Cannes e, que em minha opinião, foi demasiado empolado. Ninguém se escandalizou quando Peter Fonda disse que Obama era "um traidor filho da puta" e toda a gente sabe que há mais gente no mundo de cinema que partilha da opinião de Lars, mas não tem coragem de o dizer. Mesmo admitindo que ele estava a falar a sério, isso não invalida que seja um grande realizador. Como Polanski, também aqui destacado, apesar dos episódios em que esteve envolvido ao longo da sua vida