domingo, 13 de março de 2011

Recordações à hora do chá...


Na praia lá da Boa Nova um dia
Edifiquei ( foi esse o grande mal)
Alto Castello o que é a fantasia
Todo de lápis –lazulli e coral!
(António Nobre)
Quando li a notícia fiquei minutos parado com o jornal à minha frente, aberto naquela página. Sem ler. Apenas a recordar.
Inadvertidamente deixei o cérebro fazer rewind e dei por mim a namorar naquela sala envidraçada oferecendo-se generosamente ao mar. Ali troquei palavras de amor e beijos furtivos. Ali ouvi ( tantas vezes…) , movido pela adrenalina de Cupido, estralejar foguetes no meu coração…
Em noites de luar foste, parceira de uma Lua cúmplice, testemunha de "corridas de submarinos" e "baleias de óculos", linguagem cifrada de amores vividos e vertidos nos bancos traseiros de um Fiat, parado em frente ao rochedo onde uma lápide com a quadra de António Nobre dava asas à fantasia.
Foste mão amiga que se me estendeu no dia em que, olhando através da tua vidraça as águas do Atlântico que inexoravelmente me levam a Península Valdez , não consegui dissimular a mágoa e deixei brotar a saudade imensa de a ter perdido, num vendaval de lágrimas incontidas.
Ao ler a notícia de que foste classificada como “monumento nacional”, apeteceu-me visitar-te. Talvez me indiques, finalmente, o caminho para o reencontro .

Humor fim de semana

A mulher chega a casa e diz ao marido:
- Zé, lembras-te das enxaquecas que eu costumava ter sempre que nós íamos fazer amor? Estou curada.
- Não tens mais dores de cabeça?!?!
- Não! A minha amiga Margarida indicou-me um terapeuta que me hipnotizou. Disse-me para ir para a frente do espelho, olhar bem e repetir para mim mesma: Não tenho mais dores de cabeça. Não tenho mais dores de cabeça. Não tenho mais dores de cabeça. Fiz isso e as dores de cabeça parece que desapareceram.
- Mas que maravilha!- responde o marido
Então a mulher diz-lh:.
- Nos últimos anos não andas muito interessado em sexo... Por que não vais ao terapeuta e tentas ver se ele te ajuda a teres interesse no sexo novamente?
Ele concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava todo fogoso para uma noite de amor com a mulher... Então foi a correr para casa e entrou arrancando as roupas e arrastando a mulher para o quarto. Colocou a mulher na cama e disse-lhe:
- Não te mexas que eu já volto.
Foi ao WC e voltou logo depois, saltou para cima da cama e fez amor duma maneira muito apaixonada como nunca tinha feito com a mulher antes.
- Zé, foi maravilhoso!
O marido disse novamente para a mulher..
- Não saias daí que eu volto logo.
Foi ao WC e a segunda vez foi muito melhor que a primeira. A mulher sentou-se na cama, a cabeça ainda a girar em êxtase com a experiência.
O marido disse outra vez:
- Não saias daí que eu volto logo.
Foi ao WC... Mas desta vez a mulher foi silenciosamente atrás dele e, quando chegou lá, o marido olhava para o espelho e dizia:
- Não é minha mulher. Não é minha mulher. -Não é minha mulher. Não é minha mulher. Não é minha mulher. Não é minha mulher. Não é minha mulher. Não é minha mulher. Não é minha mulher...
O velório do Zé será amanhã na capela do cemitério dos Prazeres!

Divas para sempre (4)



Em tempo: não era uma adivinha, mas aconteceu que me esqueci de identificar esta Diva. Parabéns à Janita, a primeira a adivinhar que se trata de Greta Garbo e também à Blonde e à FÊ.

Tenham um bom domingo. Pelo menos melhor do que o meu, que estou a trabalhar... Pela noitinha espero arranjar tempo para vos visitar.

Late night wander (58)

Depois de Cavaco Silva ter apelado ao "sobressalto cívico", Sócrates veio dar mais uma ajuda à manifestação da "Geração à Rasca", com o anúncio do PEC IV, uma espécie de capitulação do país perante a senhora Merkel.
O país ( não só os jovens, mas portugueses desde os 8 aos 88) indignou-se e saiu à rua. Foi o país à rasca que, finalmente, mostrou estar cansado. Fica para os jovens o grande mérito de terem sido os impulsionadores da manif .
No entanto, sabendo que para além dos jovens que gostam de política mas não gostam de partidos ( um enigma para decifrar mais tarde) estavam presentes na manif pessoas que pedem o afastamento de toda a classe política, pergunto:
O que fariam deputados do PCP, BE e PSD na manif da Geração à Rasca? Temem ficar no desemprego se houver eleições antecipadas? Também terão gritado " Fora com os ladrões" e aplaudido o grupo de nacionalistas que se lhes juntou? Um país não pode viver em democracia sem partidos e sem políticos, mas estarão os portugueses preparados para obrigar o Centrão a capitular e dar uma hipótese à esquerda?
A Martinha já me prometeu, por SMS, responder a estas perguntas. Só não sabe é quando... Até lá, recomendo a leitura deste artigo do Paulo Baldaia