quarta-feira, 2 de março de 2011

Pois, pois...

Enquanto por cá se continua a afirmar que os bancos nada têm a ver com a crise, em Inglaterra o Carlos Costa lá do sítio chama os bois pelos nomes.

Notícias das belas democracias de que a Europa gosta

Há uns tempos, quando escrevi sobre Sheikh Hasina, falei da animosidade da primeira ministra bengalesa com Muhammad Yunus e da sua intenção de privatizar o Grameen Bank, como represália ao banqueiro dos pobres pela sua intervenção política.

Hoje, a notícia da exoneração de Muhammad Yunus, parece ser o primeiro passo para Hasina concretizar a sua estratégia. Apesar de o governo norueguês ter confirmado que não havia quaisquer irregularidades na aplicação do fundos, a pressão do governo sobre a administração do banco, levou à exoneração do Nobel da Paz.

Mais um exemplo das belas democracias que o ocidente gosta de exportar...

Mulheres do Mundo


Os leitores que há mais tempo visitam o CR compreendem facilmente as razões de ser esta a minha primeira escolha. Não podia deixar de prestar homenagem nesta rubrica às mulheres argentinas que, quase 30 anos depois de ter terminado a ditadura, todas as quintas-feiras se reúnem em vigília na Plaza de Mayo, em frente à Casa Rosada ( sede do governo) reclamando informação sobre os familiares desaparecidos durante aquele período sangrento da História da Argentina.

Muitos saberão que estas mulheres constituíram a Associación Madres de Mayo, através da qual continuam a procurar as pistas dos seus familiares e dos seus algozes. Cristina Kirchner já realçou o papel relevante destas mulheres, cuja luta tem permitido sentar no banco dos réus alguns dos criminosos, entre os quais se contam vários membros da Igreja Católica, entretanto condenados como cúmplices.

Admito que num país sem memória, que homenageia PIDES e onde a “bufaria” ainda é modo de vida e ganha pão para alguns, esta escolha pareça estranha. Para mim é uma escolha natural homenagear quem tem memória e não perdoa a criminosos.

Blogs no feminino

Aqui fica o destaque para os primeiros blogs no feminino:
Ariel
Catarina
Rosa

Late night wander (49)

Depois dos despedimentos por causa atendível, temos os contratos de trabalho orais. Pedro Passos Coelho é um poço de imaginação. Pena é que vá sempre no sentido de lixar os trabalhadores. Não os TSD, claro, que esses já foram renovar o cartão, para garantir assento no pote com o líder.