sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Prémios Escorpião de Ouro 2011 (2ª parte)


Concluo hoje  a entrega dos Prémios Escorpião de Ouro 2011. Quem não assistiu à primeira parte, pode ver aqui a lista dos vencedores

E os galardoados de hoje  são...


Prémio  Sensodyne -  Programa da TVI “A Casa dos Segredos”, pelo seu contributo para o serviço público de televisão ao transmitir as imagens de uma concorrente fazendo  sexo oral. 
Prémio Second Life-  Judeus ortodoxos que exigem  às mulheres que se vistam com decência e cuspiram numa menina de 10 anos, por estar vestida de forma “ultrajante”.
Prémio Acólito(s) do ano- Jornalistas que se transferiram das redacções para os gabinetes do governo, depois de umas almoçaradas à borla com PPC, onde apareciam disfarçados de bloggers.
Prémio Speedy Gonzales- Fernando Nobre, pela sua passagem meteórica pela política portuguesa.
Prémio Encenação –  Duarte Lima pela entrevista dada a Judite de Sousa, depois de a justiça brasileira ter anunciado suspeitar do seu envolvimento na morte de Rosalina Ribeiro.
Prémios “Tirem-me daqui” e “Leva-me Contigo” –  Sílvio Berlusconni pela frase “ Daqui a uns meses vou-me embora… Vou-me embora deste país de merda que me dá náuseas”.
Prémio  “Era uma vez uma Vespa que encontrou uma fada e lhe pediu um desejo...”-  Pedro Motas Soares. Foi tomar posse de Vespa mas,  três meses depois , montou-se num Audi de 86 mil euros para brincar à caridadezinha.
Prémio  Alzheimer-  Pedro Passos Coelho que, em 24 horas, esqueceu todas as promessas que andou a fazer durante a campanha eleitoral.
Prémio Marretas-  Paula Teixeira da Cruz e Marinho Pinto, pelos  edificantes diálogos que travaram ao longo do ano em torno da Justiça.
Prémio Complexo de Édipo-  Correio da Manhã  que, diariamente, faz manchete com José Sócrates.
Prémio “À noite logo se vê”-  Durão Barroso que, perante a crise europeia, continua a acreditar   que um dia alguém há-de tomar decisões sérias para a combater.
Prémio Não Matem o Mensageiro –  Carlos Abreu Amorim, pelas hilariantes e descabeladas  intervenções  em defesa do chefe.
Prémio Instituto de Emprego e Formação Profissional-  Diário de Notícias, a melhor agência de empregos  para candidatos a lugares no governo PSD/CDS.
Prémio  Novas Oportunidades-  Maria de Lurdes Vale. Saiu  do DN para o gabinete do Álvaro e, em apenas três meses, foi catapultada para a direcção do Turismo de Portugal. 
Prémio “ E agora que é que eu faço?”- António José Seguro que não sabe o que deve fazer como líder da oposição.
Prémio “Agarrem-me senão eu…” –  Alberto João Jardim que  passou o ano a fazer ameaças e a lançar bravatas, mas  em 2012 se transformará em cãozinho amestrado. 
Prémio  Sarjeta –  Mário Crespo, pelo seu comportamento e pelo programa que mantém na Sic Notícias.
Prémio “ Crime, disse ela..”-  Felícia Cabrita, pelas “investigações” no âmbito dos  casos Duarte Lima e “serial killer” made in Casa dos Segredos.
Prémio “Daqui não saio, daqui ninguém me tira” – Vale e Azevedo, pela sua perícia em zombar da  justiça, mantendo-se a viver em Inglaterra levando uma vida de nababo.
Prémio  “A  promoção do ano Pingo Doce”- Ex- aequo  para o Berloque de Esquerda e Partido Comunista Português  pelo seu contributo na promoção de Pedro Passos Coelho.
Prémio “Animal de Jardim Zoológico” – O Coelho. Foi o protagonista do ano chinês e lixou o português.
Prémio “Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço”- Membros do governo que prometeram a privatização da EDP, mas acabaram por vender a parte do Estado português a uma empresa que pertence ao governo chinês.
Prémio Margarida Rebelo Pinto-  Hugo Chavez. Afinal há coincidências e este ano  os líderes sul-americanos que democratizaram os seus países  foram todos vítimas de cancro ( Chavez, Cristina Kirchner, Lugo, Lula…).
Prémio taróloga Maya- Pedro Passos Coelho pela frase: “Daqui a 20 anos estaremos muito pior do que hoje”.
Prémio Professor Pardal- Troika, pelas experiências que anda a fazer com os países endividados.
Prémio Dr Jekill and Mr Hyde- Agências de rating.
Prémio “ Mas eu disse isso?” – Cavaco Silva por ter passado meses a zurzir no OE 2012, defendendo que continha inconstitucionalidades,  mas  acabando por promulga-lo sem o enviar ao Tribunal Constitucional. 

9 comentários:

  1. Carlos
    Mantenho o comentário da primeira vezada.
    Optimo (acho que derrapou foi no orçamento)

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a atribuição dos Escorpiões.

    Quanto a Chavez e ao comportamento dos americanos, nada de novo...e eu também não confio minimamente nos EUA.

    Bom final de ano, Carlos.

    ResponderEliminar
  3. O prémio Marretas... muito bem atribuido ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Concordo com todos os prémios! Se uns são para rir, outros, infelizmente, trazem tristes recordações e sensações... ;)

    FELIZ 2012, Carlos! :)

    ResponderEliminar
  5. Muito bom! Escorpiões na "mouche" :)
    Bom Ano!

    ResponderEliminar
  6. Prémios dignos de serem anunciados em qualquer noticiário :)

    Feliz Ano Novo meu amigo!
    Até 2012!
    Obrigada por enriquecer a minha vida.

    beijinhos

    ResponderEliminar