terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Adivinha Natalícia

Era uma vez um homem perfeito que conheceu uma mulher perfeita. Namoraram e um dia casaram-se. Formavam um casal perfeito.Numa noite de Natal, ia o casal perfeito,por uma estrada deserta, quando viram alguém na berma pedindo ajuda. Como eram pessoas perfeitas, pararam para ajudar.

Essa pessoa era nada mais nada menos do que o Pai Natal, cujo trenó havia avariado. Não querendo deixar milhões de crianças decepcionadas, o casal perfeito ofereceu-se para o ajudar a distribuir os presentes. O bom velhinho entrou no carro e lá foram eles. Infelizmente o carro envolveu-se num acidente e somente um dos três ocupantes sobreviveu.
PERGUNTAS:Quem foi o sobrevivente do trágico acidente?A mulher perfeita, o homem perfeito ou o Pai Natal? E quem conduzia o automóvel que provocou o acidente?(Confira a resposta mais abaixo.)


RESPOSTA:A mulher perfeita sobreviveu.Na verdade, ela era a única personagem real da história. Todos sabemos que o Pai Natal e o homem perfeito não existem.(Se você é mulher, pode fechar a mensagem, porque a piada acaba aqui. Os homens podem continuar e ler mais.) Portanto, se o Pai Natal não existe nem o homem perfeito, fica claro que quem conduzia era a mulher, logo o acidente está esclarecido.

E se tu és mulher e leste até aqui, fica provada mais uma teoria: que as mulheres são curiosas, e incapazes de seguir instruções.

( Pois esta adivinha já foi aqui formulada no Natal de 2009, mas era para testar a vossa memória...)



13 comentários:

  1. Já a conhecia por mail mas chego sempre ao fim!
    É que sou curiosa...por isso imperfeita! :-))
    Por acaso há mais acidentes provocados por homens do que por mulheres, morrem mais homens ao volante do que mulheres e elas já não são condutoras em minoria! :-))

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que são curiosas, senão o mundo não avançaria, rrss

    Ah, como eu amo o aprendiz de feiticeiro!

    Bom resto de dia.

    ResponderEliminar
  3. Ah!Ah!Ah!Ah! Linda adivinha! É sempre bom recordá-la. É bem verdade. Curiosidade feminina é....
    Mais a sério...as mulheres merecem tudo de bom. São elas que aturam as nossas madurezas. O quê? Ah! Claro também aturamos as delas, mas....paciência tem limite, né?
    Abraço e bom natal.

    ResponderEliminar
  4. Já conhecia, mas vou sempre até ao fim.
    Imperfeições!!!
    beijo outonal

    ResponderEliminar
  5. Já é velhota mas sabe sempre bem verificar que as mulheres continuam a ser perfeitas, curiosas e cada vez melhores condutoras... vejo por aí cada cromo!!!

    :)))

    ResponderEliminar
  6. Já conhecia e podia perfeitamente alterar-se tudo e dizer que a mulher perfeita não existia e assim o homem perfeito é que teria causado o acidente :)

    ResponderEliminar
  7. Pensei numa versão ainda melhor, a mulher perfeita é que existe (portanto, nem o Pai Natal nem o homem perfeito existem) mas o acidente foi causado pelo condutor do outro carro, que era um homem :)

    ResponderEliminar
  8. Tanta bondade e perfeição até enjoa... :)))

    ResponderEliminar
  9. Ainda me lembro desta adivinha e da minha resposta.

    Estou como a Teté, tanta perfeição até enjoa, no entanto, no Natal todos nós tentamos ser perfeitos e bons e, acaba sempre em desastre.

    ResponderEliminar
  10. Não a conhecia e li até ao fim.

    Sou uma curiosa assumida e muito...muito imperfeita.:))

    ResponderEliminar
  11. E como a pressa é inimiga da perfeição, deviam ter ido mais devagar!

    ResponderEliminar
  12. E eu já me ri um bom bocado porque não a conhecia :))

    ResponderEliminar