sábado, 19 de novembro de 2011

Olá, fofinha!




A notícia , dada a conhecer pelo “Público”, correu célere . Um juiz tinha sido punido por “atrasar processos e tratar a ré por fofinha”.Desta vez contive-me e não espingardei contra a justiça. A notícia pareceu-me pouco consistente. E era mesmo. O juiz não cometeu nenhum abuso linguístico tratando a ré por fofinha. É que Fofinha é mesmo o nome da empresa ( da Covilhã) que estava no banco dos réus.

4 comentários:

  1. Vim ao engano, Carlos!

    Pensei que estava a chamar por mim.

    Óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Amigo Carlos:
    Não admira estar no banco dos réus...com um nome assim :D

    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Se o assunto não fosse sério, até dava para umas boas gargalhadas... :)

    ResponderEliminar
  4. O português é mesmo uma língua muito traiçoeira!

    ResponderEliminar