quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A primeira dama a que temos direito

Depois de ter escrito sobre o PR que nos caiu em sorte, não podia deixar de escrever sobre a nossa primeira dama( seja lá o que isso for...)

Seria estultícia pretender que a nossa República tivesse como símbolo uma Marianne. O que de mais próximo tivemos foi uma vivenda Mariani, em Montechoro, propriedade do casal presidencial, nos tempos em que era inquilinosde S.Bento.
Também não podemos ser tão exigentes ao ponto de pretendermos, como primeira dama, uma Carla Bruni… seria suficiente termos o direito a uma primeira dama que não nos envergonhasse quando abre a boca no estrangeiro e fosse intelectualmente mais evoluída, não desdenhando da pobreza e das instituições, como fez aqui.

5 comentários:

  1. Isso já é pedir demais...

    ResponderEliminar
  2. E diziam mal de algumas Rainhas...não que eu seja monárquica...mas basta lembrar-me da D.Amélia...para realçar a inépcia...

    ResponderEliminar
  3. Se fosse só isso (que é imenso)... As opiniões dadas e as atitudes tomadas, em alguns acontecimentos sociais, são de envergonhar uma "galinha careca"...

    ResponderEliminar
  4. A mim também não me cai bem esta senhora...comparando com as 3 anteriores primeiras damas , noto diferenças colossais...falta de chá , falta de charme, falta de porte...Coitada... M.A.A.

    ResponderEliminar
  5. Olhe Carlos, diz-se que Deus escreve direito por linhas tortas. É o caso presente e os dois, PR e legítima, estão bem um para o outro. Como é costume dizer-se, se havia de se estragar duas casas ... ...

    ResponderEliminar