quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Romeu e Julieta

Não incluo este post na Pronúncia do Norte porque, apesar de "Romeu e Julieta" ser a denominação que dou a esta iguaria desde a infância, a origem do nome é brasileira. Já está muito vulgarizada hoje em dia em Portugal, mas talvez nem todos saibam o que é, por isso, aceito palpites.

Não, não se aceitam sugestões que liguem Romeu e Julieta ao idílio entre um coelho e um cavaco. Embora este também vá acabar mal, são coisas diferentes.
Entretanto, podem continuar a votar até final do mês nas maravilhas da gastronomia da blogosfera. Aqui

13 comentários:

  1. Ao tempo que eu não ouvia essa das "repas", a minha mãe usava muito o termo quando eramos miúdas...

    :))

    ResponderEliminar
  2. Nunca comi, mas penso tratar-se de um tipo de pastel em que a goiaba é um dos ingredientes.

    ResponderEliminar
  3. Lúcia:
    Se der pistas, tudo bem... mas não revele os componentes da iguaria!
    Pode dizer assim, por exemplo: mete vacas e...

    ResponderEliminar
  4. Queijo e marmelada!
    E não sou do norte...
    Alfacinha com muita honra desterrada em Braga há uns aninhos.
    Alexandra Nobre

    ResponderEliminar
  5. Carlos

    Não vou dar nem dicas.
    ;)))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Estou quase a seguir ao sr Silva presidente: nunca sei nada destas coisas. Para mim Romeu e Julieta só mesmo do Shakespeare...
    Voltarei cá para ficar a saber.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Romeu e Julieta?! Man, isso é com o Shakespeare!
    São aqueles bolinhos que levam um doce no meio e se chamam beijinhos ou casadinhos ou uma coisa assim igualmente em inhos?

    ResponderEliminar