terça-feira, 7 de junho de 2011

Quem se acusa?




Quem terá tido a brilhante ideia de voltar a autorizar a caça aos melros, proibida há mais de 20 anos?

6 comentários:

  1. Apesar de serem uns grandes larápios das minhas cerejas e ameixas acho-lhes graça nos seus voos descarados aqui pelo quintal, mesmo nos bigodes das gatas que nem se mexem! :-))

    ResponderEliminar
  2. Por aqui há muito que se caça não melros, mas homens e mulheres, e o pior, ninguém se dá conta disso.
    Eis, então, que já é tio-bisavô? Meus parabéns, caríssimo, e Artur era o nome de meu avô, de quem tenho imensa saudade.
    Por aqui verifico as notícias de Portugal (e Europa) com mais exatidão.

    (está mesmo difícil comentar em alguns lugares, há muitos dias já)

    Beijos

    Carla

    ResponderEliminar
  3. Lembrei-me de si e da sua brites...quando li a notícia no jornal...
    Agora comer melros... adoro-os, pretinhos e bico amarelo...

    ResponderEliminar
  4. Talvez o Manuel Alegre meteu uma cunha, afinal não é ele o "poeta caçador"?!?

    ResponderEliminar
  5. Ahahahah pois, aos Melros. Animais que não destróiem,andam sós, nunca em bandos, cantam maravilhosamente bem. Só mesmo quem não percebe nada de caça, nem conhece as características dos animais. Mas há muitos caçadores que mesmo que haja autorização não vão mata-los.

    ResponderEliminar