segunda-feira, 27 de junho de 2011

Figura da semana

Assunção Esteves


A notícia da eleição de Assunção Esteves para presidente da AR chegou pouco antes da minha saída de Portugal, mas ainda a tempo de lhe dedicar este post.Não a destaco como figura da semana apenas por ser a primeira mulher a ser eleita para o cargo. Faço-o porque Assunção Esteves- que conheci razoavelmente bem em Macau- , além de ser uma grande senhora, é também uma excelente pessoa com um percurso profissional que honra a classe política.

9 comentários:

  1. Não destaco, por norma, pessoas. Se o fizesse seria também ela. Mas a minha atenção vai para os eventos, acontecimentos e para a situação...

    ResponderEliminar
  2. A eleição de Assunção Esteves para presidente da AR, originou que eu veja com outros olhos o novo governo, não por ser uma mulher, mas sim, por ser uma pessoa competentíssima para o cargo.

    Não conheço pessoalmente a Assunção Esteves, mas tem ares de ser uma grande senhora, e também acredito que seja uma "excelente pessoa com um percurso profissional que honra a classe política".

    UMA ÓPTIMA ESCOLHA E UM ÓPTIMO INÍCIO DO PPC, depois de nos ter torturado tanto tempo com um tipo como o Fernando Nobre.

    Boas férias, Carlos, e até breve.

    ResponderEliminar
  3. Parece consensual que foi uma excelente escolha. Do resto veremos...

    ResponderEliminar
  4. Carlos
    Apenas quero deixar o meu sincero desejo de umas óptimas férias.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Carlos,
    Apenas para dizer que hoje me lembrei de si ao ver Buenos Aires nas noticias...
    Tudo partido por causa do malfadado futebol!
    Buenas férias! :)

    ResponderEliminar
  6. Muito bem. A tragédia é que ela só aparece para apagar a triste figura de FN e a ainda mais triste jogada de PPC. Assim sendo, escreveu-se direito por linhas tortas.

    ResponderEliminar
  7. Também achei uma boa escolha, que a tenho em boa opinião como política, deputada e jurista! :)

    ResponderEliminar
  8. E eu subscrevo não só por ser mulher mas por ser competente que devia ser uma das características de todos os políticos - serem competentes, obviamente!

    ResponderEliminar