quinta-feira, 5 de maio de 2011

Pedro e o Lobo

À força de apresentarem como verdadeiras, notícias que são apenas fruto da imaginação de alguns jornalistas, ou resultantes do concubinato que mantêm com as suas fontes, qualquer dia alguns jornais dizem uma verdade bombástica e ninguém vai acreditar neles...

7 comentários:

  1. Exactamente! O pior é que já gritaram lobo muitas vezes, e há sempre quem acredite... Eu já raramente acredito no que leio em certos jornais... mas não é de agora (desde que saíu uma notícia que me dizia indirectamente respeito e que era completamente falsa, provada em tribunal...)A minha relação com os jornais nunca mais foi a mesma...

    ResponderEliminar
  2. A campanha eleitoral está a aquecer... quanto mais quente melhor!!!

    ResponderEliminar
  3. Só Fátima é que consegue ter mais crentes do que eles.

    ResponderEliminar
  4. É, Carlos, e isso não é "privilégio" só de vocês não, cá do outro lado do Atlântico temos também uma imprensa totalmente (ao menos para mim) desacreditada. Todos recebem verbas oficiais, a partir daí deixam de ser isentos. Todos têm seus interesses próprios, e o menor deles é informar digna e corretamente.

    Beijos

    Carla, descrente

    ResponderEliminar
  5. Muito oportuna e certeira, esta evocação de "Pedro e o Lobo", Carlos. De facto, de tanto sensacionalismo cobrierem a realidade já nem podemos estar seguros de que mantêm discernimento... quanto mais metodologias preocupadas com a objectividade ou até... com a informação enquanto tal!!!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. "Pedro e o Lobo", já li
    agora ando a ler "O Carlos e o "i""

    Sabe que o "i" tem mesmo alguns jornalistas? Perdoam-lhes a fraca influência e as baixas tiragens. Mas se derem muito para citar... vão ter a vida negra. É a regra!

    ResponderEliminar