terça-feira, 29 de março de 2011

Lula, Salgueiro e o FMI


Lula veio a Portugal receber três distinções: o prémio Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, o doutoramento honoris causa da Faculdade de Direito de Coimbra e a distinção da Confraria do Vinho do Porto.Se me tivesse sido dada a oportunidade de o entrevistar, a minha primeira pergunta seria sobre o significado que ele atribui a estas distinções.

Constato, prém, a avaliar pelo que leio e oiço ao longo do dia, que sou um jornalista a precisar urgentemente de reforma. Senão vejamos:

O DN , numa prova de imbecilidade notável, chama para título da reportagem sobre a visita:

“ Lula vem a Portugal apresentar a camarada Dilma”

O “Público” opta por escrever na sua edição on line:

“Visita de Dilma e Lula tem peso simbólico, mas Brasil não deverá anunciar ajuda”

O jornalismo que hoje se pratica em Portugal não é informação. É secundarização das notícias, em função de interesses politico-partidários.

Ontem, antecedendo o jantar que reuniu Sócrates, Mário Soares e Lula da Silva, antes de perguntar se Lula iria interceder junto de Dilma para comprar dívida portuguesa,a pergunta disparada por um jornalista foi sobre a entrada do FMI em Portugal. Certamente, com muito desgosto para os jornalistas, Lula disse que o FMI criou mais problemas onde esteve e não é solução para resolver os problemas de Portugal. Horas mais tarde, no “Prós e Contras”, Salgueiro dizia o mesmo:

“ Das duas vezes que o FMI entrou em Portugal não veio resolver nada, porque os governos da época já tinham encontrado as soluções”.

Perante isto, só me apetece concordar com Augusto Santos Silva quando afirmava que o jornalismo hoje em dia praticado em Portugal é jornalismo de sarjeta.Acrescentaria apenas que é um jornalismo servil, acéfalo e prostrado de joelhos perante os interesses que serve.

Pedro Passos Coelho, orgulhoso por poder governar sob as ordens do FMI, deve ponderar melhor as escolhas que faz dos jornalistas que convida para jantar, apesar dos esforços dos seus súbditos, incansáveis na tentativa de lhe prestarem um inestimável serviço.

10 comentários:

  1. Pois é enquanto Lula e Dilma estáo ai o ex vice presidente Jose de Alencar acaba de voltar pro hospital. Está pessimo de saude. Mas sempre sai delas.
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  2. Não sou jornalista, mas é uma profissão muito nobre. E é pena vê-la assim... concordo consigo. Tantas vezes, se não é desinformação, é manipulação, ou puro lixo... Para mim, passou à esfera do entretimento, tipo crónica cor-de-rosa. Não acredito em metade, só leio por diversão, comparo fontes, encolho os ombros e prefiro a blogosfera, onde apesar de tudo, (e de outro tanto lixo informativo)sou eu que escolho o que leio.

    ResponderEliminar
  3. Não é por acaso
    que está arrolado
    como testemunha de que por trás da incompetência está mão de grande eficiência e incrivel eficácia!

    Os votos marados produzem-se com votantes chalados, né?

    ResponderEliminar
  4. Jornalista, custa-me também me apetecer concordar com Santos Silva!
    Hoje ao fim da tarde, Sócrates falou aos jornalistas dizendo-lhes porque está o País pior do que há 15 dias, com as consequências do chumbo do PEC.
    Eis quando uma iluminada jornalista lhe pergunta:
    "Este seu discurso é já de campanha eleitoral?"
    Não há paciência!
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Registei essa frase de João Salgueiro!
    Quanto ao jornalismo que se pratica tens toda a razão e sabes do que falas!

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Não se aguenta ouvi-los, a falta de noção do decoro é notável.

    ResponderEliminar
  7. CARLOS, o que Lula está fazendo aí?
    Meu Deus, o cara não tem mesmo chá de simancol!!! A piada seria ele estar fazendo palestras.

    ResponderEliminar
  8. Este jornalismo seboso a cumprir vassalagem, há-de determinar uma cada vez menor procura de jornais...

    Quanto ao Lula, também li algumas declarações dele no FB. A pôr os pontos nos is.

    ResponderEliminar
  9. Como em todas as profissões e actividades da sociedade, há os bons profissionais e os maus exemplos. Saibamos distinguir.

    ResponderEliminar
  10. O que me assusta é a faculdade de Coimbra dá título de Doutor a apedeutas.E confraria de vinho premiar cachaceiro. Tudo porque está precisando de ajuda. O que não faz a necessidade,héin?

    ResponderEliminar