quarta-feira, 16 de março de 2011

Caderneta de cromos ( 26)

Pedro Sampaio Nunes


Sócio de Isabel dos Santos ( filha do preidente angolano), Pedro Sampaio Nunes é um entusiasta das centrais nucleares.

Enquanto a União Europeia admite a necessidade de as repensar , este ex-responsável pela área da energia na Comissão Europeia afirma que o desastre de Fukushima "corrobora a segurança das centrais nucleares".
O ex- Secretário de Estado da Ciência de Durão Barroso admite, inclusivé, que com um governo futuro ( do PSD, obviamente) será possível dialogar, no sentido de avançar com o projecto de Patrick Monteiro de Barros.
Por agora fica bem nesta caderneta de cromos, mas talvez fosse bom começar a pensar em fazer uma petição para enviar o engenheiro até Fukushima. E já agora, pode levar também Pedro Passos Coelho que já admitiu a necessidade de lançar um "debate sério sobre o nuclear, para reduzir a factura energética portuguesa". Pode ser que por lá eles se fundam.

Em alternativa, talvez pudessemos metê-los na Máquina do Tempo e oferecer-lhes uma viagem no Titanic, o navio que jamais se afundaria, mas nem chegou a completar a primeira viagem.

2 comentários:

  1. Muito oportuno este post, Carlos, como sempre. Imagine que eu nem me lembrava que este patusco tinha sido secretário de estado do Barroso

    ResponderEliminar
  2. "corrobora a segurança das centrais nucleares". Citou bem, Carlos? Mas que lata o homem tem.

    ResponderEliminar