sábado, 6 de novembro de 2010

Chegou a hora de matar os PIGS? A Europa que se cuide...

Diz o povo: " No S. Martinho, mata o teu porco e prova o teu vinho".
Os mercados financeiros levaram a sentença popular a sério e decidiram, em vésperas do dia de celebração do padroeiro das castanhas e da jerupiga atacar os PIGS ( Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha- Spain).
Assim se prova que foram inúteis os esforços para aprovação do OE. Os agiotas são insaciáveis e exploraram a fraqueza da Europa para atacar os membros mais frágeis do rebanho, como lobos famintos. Já contrataram o talhante (FMI) e preparam-se para o repasto. Resta-nos esperar que seja marcada a hora da execução. É verdade que Sócrates se pôs a jeito, mas a chegada do talhante, uma inevitabilidade há tempos anunciada com gáudio pela direita, pode não se concretizar.
Enquanto o FMI se mostra renitente a cumprir a execução, as reacções do PSD são, no mínimo, irresponsáveis. Os laranjinhas estão há pelo menos um ano a contribuir para esta situação. MFL e PPC são coniventes, pela estratégia política de "quanto pior melhor" que adoptaram desde o momento em que lhes começou a cheirar a poder. Jogaram no desgaste do governo em vez de pensarem no interesse do país e dos portugueses. Espero que os portugueses sejam suficientemente lúcidos para também penalizarem o PSD em eleições futuras.
Mas, a concretizar-se a entrada do FMI nos PIGS, isso significa, acima de tudo, o falhanço da Europa. Por culpa de uma geração de políticos imprestáveis, insensíveis aos problemas das populações, inábeis para cortar cerce o apetite voraz dos mercados financeiros, intolerantes com o direito à diferença, néscios quanto às questões suscitadas pela imigração, analfabetos no concernente à História e Cultura europeias, são meros jagunços dos agiotas, incapazes de ver a União Europeia para além da linguagem dos cifrões.
Chegou a hora de matar também esta Europa, liderada pelo eixo franco-alemão, que apenas serve os interesses de uma dúzia de famílias em meia dúzia de paises europeus?

Humor fim de semana (32)

Um homem espera o resultado da cirurgia de sua esposa.
Ao fim de algumas horas o médico saiu da sala de operação e explicou que o caso era muito a sério.
Disse que o homem ia ter que dar de comer a ela na boca porque ela não podia mover mais as
mãos, deveria levar ao banheiro, tinha que trocar de roupa, banhá-la, etc porque ela não podia mais se mexer.
O marido começou a chorar e o médico disse:
- Não chore, homem. Eu estava a brincar consigo ... Ela já morreu!

Negócio de oportunidade

Há quem saiba explorar as oportunidades de negócio criadas pela depressão que assola o país. É o caso de Luís Vitorino que abriu, em Cascais, uma "Smart shop". Lá podemos comprar magic mushrooms, incensos afrodisíacos, ervas e chás que nos ajudem a alucinar, dentro da maior legalidade. " Alucina a tua mente" é o convite que nos faz este empreendedor que não esconde o sucesso do negócio.