terça-feira, 31 de agosto de 2010

Famílias (re)unidas


Le Pen comprou uma casa no campo, para que os filhos possam ver as vacas em vez dos imigrantes árabes. Compreende-se. A família deve estar sempre junta...

Imagens da nossa memória (31)


Prelúdio

Um ano depois de ter escrito este Gracias a la Vida, percebi que tinha de lhe dar continuidade, porque aquilo era um post inacabado. É isso mesmo que amanhã começarei a fazer.

Crónicas do meu bairro

Quando vim para Portugal fui trabalhar para a loja de um indiano a ganhar 348 euros por mês. Depois saí, porque prometeram-me um contrato de trabalho. Fui trabalhar como empregada de limpeza na (...)a ganhar 178 euros, mas os sacanas nunca me fizeram contrato e ao fim de dois anos mandaram-me embora...
- Como se vive em Lisboa com esse ordenado?
- “Virava-me... ”
- Que fazias no Brasil?
- Era funcionária pública.
- Porque vieste então para Portugal, se tinhas emprego no Brasil?
- A minha irmã estava cá e disse-me para vir.
- Ela não te pode ajudar?
- Já voltou para o Brasil. Casou cá com um português e estão os dois bem na vida.
- O que queres então fazer?
- Preciso que me ajudes...
- Diz lá...
- Quero que fales à B para me deixar trabalhar lá em casa
- Nem penses nisso! Já não tens idade para andar a vender o teu corpo.
- Não vou vender, só vou alugar. Aos 43 anos ainda estou bem, não achas? E os portugueses gostam de brasileiras...
- Eu podia fazer-te feliz...
- Isso é o que todos dizem. Não tenho feitio para me entregar a um homem e ficar dependente dele. Quero ser independente, arranjar algum dinheiro e tratar da minha filha. Além disso és casado, que é que posso esperar de ti?
- Que idade tem a tua filha?
- Vinte e um. Queres ver?
- É gira... Porque é que não a mandas vir ? Talvez se arranje alguma coisa em casa da B. Sempre é uma ajuda ...
- Vai-te foder!

Pausa para publicidade (20)

Como os tempos mudam! Quando apareceu este achocolatado, as pessoas coleccionavam os rótulos para ganhar um automóvel. Agora, oferecem apenas aventuras radicais. Pelintras!

Sinais exteriores de riqueza

Eugostava de acreditar que isto é fruto do laxismo e da incompetência de uns quantos funcionários públicos. Mas, infelizmente, não é. Todos sabemos que não é, mas faz um jeito dos diabos fingir que acreditamos que é.

Pelo país dos blogs (84)

Imperdível a leitura destas Histórias de Ciganos. São histórias de ouro...