quarta-feira, 30 de junho de 2010

Quando o telefone toca...

Ontem perdemos num campo de futebol contra os espanhóis e hoje teríamos sofrido nova derrota no campo económico, se Sócrates não tivesse puxado do ás de trunfo e impedido o negócio. Há quem diga - o PSD- que a decisão foi ilegal , mas como há também por aí quem afirme que o golo espanhol foi em fora de jogo, estamos empatados. Não percebo peva de economia, por isso pergunto:

Se o Estado tem uma golden share não é para a uitilizar no momento adequado? Tal como aconteceu ontem no futebol, também há na política- o PSD- quem critique o governo por ter agido, mas criticaria na mesma, caso não tivesse usado a golden share para defender uma empresa nacional e os interesses do país. Parece que agora os espanhóis vão tentar ganhar na secretaria, recorrendo para Bruxelas. Pena que não possamos fazer o memo no futebol. Se o jogo fosse repetido, talvez tivéssemos algumas hipóteses. Sabem que mais? Entre a FIFA e a União Europeia, venha o Diabo e escolha.

O TGV de Isaltino


Ao contrário do que o nome sugere, o SATU não é nenhum serviço de saúde, mas sim um curioso sistema de transportes existente em Oeiras que liga a estação ferroviária a um centro comercial. Lembro-me das duras críticas que foram feitas ao projecto quando Isaltino Morais avançou com a ideia, depois de uma viagem à Austrália onde conheceu este meio de transporte.
Entre outras coisas, a oposição dizia que o SATU seria uma inutilidade e que andaria sempre às moscas. Isaltino, no entanto, não descansou enquanto não teve o brinquedo.
Os prejuízos acumulados de 17 milhões de euros ao longo dos cinco anos de funcionamento do SATU e as escassas receitas ( 293 mil euros em 2009!)demonstram que as críticas eram acertadas. Na verdade, era expectável que podendo as pessoas fazer o mesmo percurso de autocarro, utilizando o passe, não estivessem dispostas a fazer um invetimento extra para utilizar o SATU.
A surpresa, no entanto, é que os prejuízos estão a ser pagos exclusivamente pela Teixeira Duarte – o parceiro privado da CM Oeiras neste empreendimento.
Como não acredito em almoços grátis, gostaria de saber qual a contrapartida que a empresa espera vir a receber da CM Oeiras.

It's magic!

Há um mês, em protesto contra o encerramento nocturno de um centro de saúde, esta gente pendurou bandeiras espanholas nas janelas.
Ontem, depois da derrota com Espanha, apedrejaram os carros de espanhóis que festejavam a vitória. A magia do futebol é uma inesgotável caixinha de surpresas.