terça-feira, 29 de junho de 2010

Encontraram o Cristo, mas continuam a incensar o Judas

Certamente, não faltará por aí quem atire as culpas a Carlos Queiroz pela eliminação frente à Espanha. Deixemo-nos de tretas. A Espanha é campeã da Europa,é melhor do que nós, ganhou justamente e é uma forte candidata a ganhar o Mundial.
Queiroz errou ao tirar Hugo Almeida? Em minha opinião , sim, mas não teve culpa de Cristiano Ronaldo ter estado ausente do jogo, sendo uma nulidade absoluta. Poderia ter tirado CR? Podia, mas se o tivesse feito os abutres tê-lo-iam desancado, por tal ousadia. Queiroz não quis correr esse risco e quanto a mim fez mal, porque os abutres atacaram-no na mesma, explorando à exaustão as lamentáveis declarações de Ronaldo no final do jogo.
CR pode ser o melhor jogador do mundo ( em minha opinião não é) mas falta-lhe crescer para ser um homem. Felizmente, entre os seus colegas não houve nenhum a querer fazer o papel de “majorette”, apoiando as suas declarações. É assim que se fortalece o espírito de grupo. Deixando os cobardes, que vivem da imagem criada na opinião pública, a falar sozinhos.
Foi um triste regresso a Portugal. Em apenas duas horas, reencontrei-me com este país mesquinho, permanentemente preocupado em encontrar culpados que lhe aliviem as frustrações, mas incapaz de assumir as suas responsabilidades. Amanhã, quando ler os jornais e visitar a blogosfera, vou ter certamente mais surpresas. Mas como daqui a três dias voltarei a ausentar-me, vai passar depressa.