domingo, 4 de abril de 2010

Um conto de Páscoa

Agora que já dvem ter comido o cabitinho e aaquelas doçarias todas próprias da época,que fazem disparar o colestrol, é altura para vos recordar este belo conto de Páscoa.

Uma frase infeliz

Este ano a Páscoa coincide com uma das mais graves crises da história da Igreja Católica. As declarações deste senhor eram absolutamente desnecessárias. Foram ofensivas para os judeus e em nada serviram para amenizar o ambiente conturbado que os casos de pedofilia estão a criar entre os católicos. Deus lhe perdoe!