sábado, 20 de março de 2010

Limpar Portugal

A floresta é demasiado importante nas nossa vidas...
Quando a temperatura sobe e os incêndios começam a deflagrar por todo o País, a floresta salta para as primeiras páginas dos jornais, torna-se notícia de abertura de noticiários e assume o papel de protagonista em programas de televisão preparados à pressa. Depois, com a chegada do Outono e o aparecimento das primeiras chuvas, a floresta volta ao anonimato, refugiada num recanto esconso dos camarins dos serviços informativos. É assim há anos. Há demasiados anos...
Este ano, porém, foi diferente. Três jovens lançaram uma iniciativa pioneira, convidando os portugueses a limpar as lixeiras florestais. Mais de 50 mil voluntários responderam à chamada e, na véspera da celebração do Dia Mundial da Floresta, foram limpar lixeiras e baldios.
A floresta esteve no centro das atenções mas, infelizmente, não vi ninguém falar , na comunicação social, sobre a importância desta acção na prevenção dos incêndios. E teria sido importante fazê-lo, como forma de alertar os portugueses para a necessidade de alterarem a sua relação com a floresta.
Os devastadores incêndios de Verão, pela sua violência e extensão, não deixam ninguém indiferente. Vemos um País - de súbito apiedado e atónito perante os cenários dantescos que as televisões lhe oferecem em exaustivos directos- responder de forma solidária aos incansáveis apelos da comunicação social, para apoiarem as vítimas que, no curto espaço de umas horas, vêem destruído o labor de muitos anos. Terminada “oficialmente” a época dos fogos, não vale a pena perder-nos em querelas inúteis, tentando apontar a dedo os responsáveis, ou discutindo a forma como tudo poderia ter sido evitado. O importante, na fase de rescaldo das consciências, é não deixar apagar das nossas memórias o rasto de desolação que se estende pelo País . O que vale a pena é tudo fazermos para evitar que no próximo Verão o cenário se repita, pensando na floresta como um bem comum e cuja destruição a todos afecta.
A floresta é responsável pela criação de mais de 250 mil empregos em Portugal e representa uma percentagem significativa do PIB nacional e do PIB industrial. Razões mais que suficientes para investir em acções de sensibilização que contribuam para esclarecer os portugueses sobre a importância da floresta nas nossas vidas.

...não podemos deixar que a nossa incúria a reduza a cinzas.

Papa pede desculpa...

...pelos abusos sexuais cometidos pelo clero. Tudo bem, mas o que eu gostava de saber, era a penitência que vai aplicar aos pedófilos. É que isto não vai lá com Avé Marias ...

As sandálias chinesas

Um casal está de férias em Macau. Passeando pela zona do mercado, passam por uma pequena loja de calçado e ouvem uma voz lá de dentro num linguajar meio por meio, a dizer:
- Vocês, estlangeilos! Entlem, entlem na minha humilde loja!
O casal entra na loja e o chinês diz-lhes:
- Tenho aqui umas sandálias especiais que penso que estalão intelessados. Elas fazem ficale selvagem no sexo que nem um glande camelo do deselto, quem as calçal ficalá maluco.
A esposa, mostra-se curiosa e interessada. O marido não se interessa nada por elas, mas por descargo de consciência pergunta ao homem:
- Como é que estas sandálias nos tornam muito mais activos sexualmente?
O Chinês explica:
- É só explimentale...
O marido depois de discutir um pouco com a mulher, cede e displicentemente experimenta-as.
Imediatamente ganha um olhar selvagem, algo que a mulher não via há muitos anos.Era o poder sexual cru e nu! Num piscar de olhos, o marido corre parao Chinês, atira-o para cima da mesa rasga-lhe as calças e... o Chinês começa a berrar:
- Calçou ao contlálio!!! ... Calçou ao contlálio!! ! ... Calçou ao contlááááááliio!!!!!!

Nunca lhe ofereceram um espelho?

Manuela Ferreira Leite disse hoje, na Antena 1, que espera que os militantes do PSD não escolhamo novo líder pela aparência. Em minha opinião, pode estar descansada. Se os militantes do PSD ligassem às aparências, ela nunca teria sido presidente.

-