quinta-feira, 18 de março de 2010

Portugal no feminino (14)

Rosa Mota
( atleta maratonista)
Não poderia faltar, nesta homenagem à mulher portuguesa, uma figura do desporto. Optei por uma atleta que escolheu uma prova reservada a eleitos, onde o espírito de sacrifício é determinante para triunfar.
Já está fora de competição, mas foi a primeira mulher a trazer para Portugal uma medalha nos Jogos Olímpicos: a de bronze em Los Angeles, 1984 ( na foto, logo após ter cortado a meta) e depois a de Ouro em Seul, 1988.
Ao longo da sua carreira venceu as principais Maratonas que se disputam a nível mundial, foi campeã do mundo e tri-campeã europeia. À sua enorme vontade de vencer, Rosa Mota alia uma simpatia transbordante e uma grande simplicidade. É a nossa "Rosinha" e não é preciso dizer mais nada, pois não?

Pandemias

Durante meses andaram a intimidar-nos com a pandemia da Gripe A. Os resultados são os que se conhecem : um grande negócio para aindústria farmaceutica . Afinal, sabe-se hoje, a pandemia era outra. Chama-se pedofilia e tem sido prática banal na Igreja Católica há décadas. Os escândalos começaram na Irlanda e nos Estados Unidos, mas estão a alastrar por todo o mundo, de um modo incontrolável. Esta é uma pandemia que já fez milhares de vítimas, mas para a qual ainda não se encontrou antídoto. Benza-os Deus!

Blogs no feminino (14)

A autora diz que são Notas ao Acaso. Não custa a acreditar, mas a verdade é que, normalmente, os posts que por lá se lêem são acasos felizes.