terça-feira, 16 de novembro de 2010

Cenas de Táxis (8)


( Desta vez no Porto)
Cerca das 22 horas, na Praça Carlos Alberto, entro num táxi
- Para a praça de Velásquez, por favor.
O motorista olha-me pelo retrovisor com ar meditabundo e diz:
- Desculpe,mas não sei ondé..
- Nas Antas
- O senhor debe de estar enganado. Num há nenhuma praça com esse nome nas Antas!
- Não? Vivi lá até aos 17 anos e diz-me que não existe a praça de Velásquez?
- E agora onde bibe?
- Em Lisboa
- Atão é por isso que num sabe que já não há Praça de Belasques.
- Não, não sei. Sempre que venho ao Porto e apanho um táxi para lá, os motoristas sabem onde é. Mas deixe lá, páre aí que eu apanho o táxi seguinte...
- Num será praça Sá Carneiro?
Finjo-me desentendido e respondo:
-Não. É praça de Velásquez!!! Até há lá um café com esse nome.
O taxista deixa escapar uma gargalhada
- Bocê é tramado! Num gosta do Sá Carneiro?
- Mesmo que goste, isso não me obriga a chamar Sá Carneiro à praça de Velasquez
Já estamos a subir Santa Catarina quando confirmo que o taxista bebeu um copito a mais, mas não consigo evitar a resposta a nova pergunta:
- Sabe que há lá uma estátua do Sá Carneiro, num sabe?
- Não. Quem foi que a fez?
- Num sei, parece que foi o Cavaco.
- Ah! Bem me parecia que o Cavaco tinha pinta de artista
- Um grande presidente, num acha?
- Gosta de arroz de lingueirão?
-Bocê é pândego. Eu acho que o conheço de qualquer lado. Bocê num faz um programa de telebisom?

( Lembrei-me desta cena e estremeci. Não estava com disposição para repetir a graça. Por isso, permaneci em silêncio)
- Está chateado? O Benfica apanhou cinco…
- Deviam ter sido seis, porque à dúzia é mais barato
- Bocê num é do Benfica?
- Não, sou portista
- Bem me parecia, carago!Foi uma joga do camandro, não foi?
- Foi. Até os comemos!
- O Hulk papou-os e deixou o Jesus a rezar à senhora de Fátima
- Quem é essa? Alguma amiga da Carolina Salgado?
- Bocê é mesmo um gajo do carago. Lá em Lisboa não o f…. com esse paleio?
- Não, que eu não deixo.
- Bocê pirou-se p’ra França ou p’rá Suíça, no tempo da outra sinhora, qu’eu li isso em qualquer lado.
-Não, amigo. Pirei-me para a Argentina. Fui eu que trouxe o Lucho e o Lisandro.

- Ganda pândego! Na telebisom bocê num fala assim. Desculpe a franqueza, mas parece um murcon.
- Sou mesmo murcon.
Chegámos à Praça de Velásquez
- Ondé que bai ficar?
- Vire aí ao pé do Bom Dia
- Atão num é na praça de Belasques?
- Não, vou tomar um copo ao Barril antes de ir para casa.
- Bocê esteve a gozar-me este tempo todo, num foi? Bocê bibe aqui no Porto e eu é qu'estou a confundi-lo c'aquele tipo da telebisom...
- Não, não vivo. Mas às tantas tenho pena e ainda não percebi.

21 comentários:

  1. rrs rrs qualquer das duas cenas são bem interessantes.

    Um bom dia.

    ResponderEliminar
  2. Desculpe: qualquer das duas cenas é bem interessante.

    ResponderEliminar
  3. Em Roma sê romano!!
    Achei um piadão à forma como consegue escrever a pronúncia do norte!

    ResponderEliminar
  4. Cheira-me que o taxista de Lisboa, sempre era um tipo mais bem informado, nem que fosse por via da Amélia, e cá para mim devia ser um benfiquista encartado :)))
    Isto de mudarem os nomes das Praças é de um parolismo bacoco. Bem sei que Sá Carneiro era do Porto, mas mudar o nome de uma praça com o nome de Velasquez é parolice dupla... não podiam arranjar outra?

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Eu também não engoli essa de terem rebatizado a Praça Velasquez e o Pedras Rubras. E quem terá sido o iluminado que se lembrou de dar o nome de um político vitimado por um acidente de aviação a um aeroporto!

    Cenas com taxistas tenho poucas para além das que passo sempre que pedalo nas faixas bus.

    ResponderEliminar
  7. História viva(ou biba?) e muito bem contada:))
    Também gosto muito do Porto-cidade!

    ResponderEliminar
  8. Num foi hoje de manhã que te bi lá?

    ResponderEliminar
  9. Claro, que o Carlos tem pena de não biber no Puerto, a cidade mais linda do mundo, e já percebeu isso há muito tempo!!!

    Eu não gosto que a praça se chame Velasquez (mesmo que seja um pintor famoso, é espanhol)nem Sá Carneiro. Estou de acordo, que se chame a Praça de José Saramago, tentando esquecer a Pilar e o seu iberismo.

    ResponderEliminar
  10. Humor do melhor com sotaque e tudo;-)
    Já uma pessoa não pode andar de taxi descansado ;-)
    Isso de mudar o nome às coisas tem que se lhe diga.
    Gostei desta viagem lol lol
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Que texto giro!
    Eu também não bibo, nem tenho pena, mas gosto muito de lá ir passear e comer.
    Nota: Cá é mais Areeiro...

    ResponderEliminar
  12. Gosto de uma estória bem contada! E esta foi! : )

    ResponderEliminar
  13. Carlos, bómecê é um murcom do carago.
    Maravilhoso, como só as Pessoas do Norte, do Porto, conseguem ser.

    ResponderEliminar
  14. Ahahah, há com cada taxista! Não sei (ou só calculo vagamente) o que aconteceria se o cliente dissesse que era do Benfica! :)))

    ResponderEliminar
  15. Eu moro pertinho da Praça Velásquez desde os 12 anos e continuo a chamá-la assim :)

    ResponderEliminar
  16. Quem é que num gosta do Puorto, carago?
    Até mesmo um gaijo de Coimbra, a biber na China, gosta da Ribeira, do Mercado do Bulhom, de Serralbes.
    Até bai ao Puoto, im férias, papar uma francesinha!
    E traz uma garrafa c'o molho, f$%^-se!!!

    ResponderEliminar
  17. Tags para o Porto: FCP-Pinto da Costa-Carolina-Carlinhos da Sé-francesinhas-bifanas-tripas-hospitalidade-Teatro Sá da Bandeira-Sé-Clérigos-Majestic-Bulhon-Ribeira-Caves-barcos rabelo-sem papas na língua .............e uma série de mau português que não posso dizer que é feio (mas eles dizem!). Sou de Coimbra mas tenho muito orgulho de conhecer tripeiros excepcionais.

    ResponderEliminar