sábado, 29 de maio de 2010

Não me calo!


Os líderes do Centrão pedem que nos calemos, perante as medidas que estão a reduzir os trabalhadores, os desempregados e os mais desfavorecidos, a meros figurantes da ópera bufa do capitalismo selvagem.
Acenam com a ameaça da crise, como noutros tempos os pais ameaçavam as criancinhas, com o "homem do saco". Não podemos ter medo do "homem do saco". Temos é de sair à rua e mostrar que estamos dispostos a enfrentá-lo.

3 comentários:

  1. Nem mais!
    Já o disse em comentário noutros espaços - precisando ainda das canadianas para me locomover, a distância é grande, mas farei tudo para estar, pelo menos, à partida.
    Quero lá saber do homem do saco...
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  2. Maior do que eu esperava. Decididamente e com energia...
    (quando os calimeros passarem à acção, algo vai ter de acontecer!)

    Hoje assino,

    "Um crente na Utopia"

    ResponderEliminar
  3. Nunca tive medo do homem do saco não é agora que vou passar a ter, já é muito tarde para papões desses!

    ResponderEliminar