domingo, 25 de abril de 2010

Brites e o 25 de Abril

Se não tivesse havido 25 de Abril eu nunca teria tido a oportunidade de conhecer essa maravilha da literatura e do jornalismo que são as revistas cor de rosa.
No tempo do Estado Novo ninguém sabia nada das pessoas ilustres deste país. Agora sabemos tudo. Mesmo que a maioria das vezes aquilo que se escreve nessa revistas seja mentira, fico muito entusiasmada quando tenho a possibilidade de partilhar a vida dos ilustres portugueses. São fofocas? Quero lá saber! O importante é poder descobrir os segredos dessa gente que vive em mundos de ilusão que nós acreditamos serem reais.
Longa vida às revistas cor de rosa que nos transportam a um mundo de ficção. É que a realidade é muito dura!

4 comentários:

  1. aí está uma conquista visível do 25de Abril, caro Brites!

    ResponderEliminar
  2. BRITES,
    Tens que pedir desculpa ao teu amigo Carlos pois ele escreve tão depressa que se eu me distraio um dia tenho pelo menos, 10 artigos para ler. Ora ler eu leio só que depois deixo os comentários de parte...
    Já li a descrição de Viana do Castelo, a dele e minha de Xangai, de Hong.Kong, as anedotas,etc,etc.
    Política ele sabe que geralmente não comento e sobre o 25, sabes que para mim não senti vantagens (sei que era uma sortuda) e portanto dizer que foi uma golpada bem engendrada mas que resultou somente em fracasso acho que não vale a pena (gostava que me explicassem o que é "O ESPIRITO DA REPUBLICA").
    Quanto às revistas cor de rosa, se achas que é uma das vantagens do 25, é ilusão pois aquilo nem sequer retrata vida dos ilustres pois esses são discretos e tem o mesmo lema que eu: os amigos convido para minha casa; os conhecidos para o clube. Com esses aprende-se.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. D. Brites a senhora está perita em humor negro, só pode...:):):)
    Abracinho

    ResponderEliminar
  4. Só por causa das revistas cor de rosa valeu a pena o Dia 25 de Abril.
    Concordo absolutamente contigo, minha cara Brites:
    "Longa vida às revistas cor de rosa que nos transportam a um mundo de ficção. É que a realidade é muito dura!"

    ResponderEliminar