sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A verdadeira "Noite das Bruxas"


Temos o péssimo hábito de importar tradições alheias, com pompa e circunstância, mas não dar o devido relevo às nossas.Um desses exemplos é o Halloween, que introduzimos nos nosso hábitos, seguindo a esteira da globalização ditada pelo Grande Império, e veio menorizar o ancestral “Pão por Deus”.
Vem isto a propósito da “Noite das Bruxas” que hoje terá lugar em Montalegre, já considerada a capital do misticismo. Esta noite, que se assinala nas sextas-feiras 13, é já uma tradição das terras de Barroso, cujo mentor foi o Padre Fontes, de Vilar de Perdizes.
A noite começa às 20 horas com o Jantar Amaldiçoado. Nos restaurantes de Montalegre, os clientes passarão por baixo de umas escadas, antes de entrar na sala e se sentarem em mesas de 13 lugares, com os talheres cruzados e vidros partidos. A ementa é variada. Desde sopa de morcego ou caldo de urtigas a Nariz de Bruxa ( naco de carne de porco) com formigas e presunto fumado nas lareiras do Inferno, passando por uma posta ensanguentada com frutos silvestres, acompanhada de arroz de feitiços, os comensais poderão saborear um variado número de iguarias embruxadas. Como sobremesa serão servidos os biscoitos da sorte mas, antes de apreciar este manjar, o comensal pode ser surpreendido por duendes, bruxas e outras figuras, que lhe infernizarão o repasto.
Terminada a refeição, os “sobreviventes” deslocam-se para as imediações do castelo, devidamente trajados, a fim de assistir aos rituais da “Noite das Bruxas” . Um dos pontos altos é a preparação da “Queimada”, uma poção preparada pelo padre Fontes, que promete esconjurar todos os males. Para isso, é necessário rezar o esconjuro ( será nesta altura que eu farei figas, para que desapareça o mau cheiro que está a inundar este país e a torná-lo inabitável . Farei também o esconjuro para que Portugal vença amanhã folgadamente a Bósnia Herzegovina e se apure para o Mundial da África do Sul. Receio, porém, que os feitiços não resultem porque esta noite, em virtude do mau tempo, as cerimónias terão lugar no pavilhão multiusos e não ao ar livre).
Amanhã, o dia será passado a conhecer as tradições das terras barrosãs, como o fojo do lobo, a cozedura do pão e a preparação da carne para o almoço, que será assada num dos fornos comunitários da região. Tudo isto foi só para vos dizer que temos em Portugal um Halloween muito mais característico e divertido, do que andar pelas discotecas, mascarado de abóbora, até cair de bêbado.
Se nenhum bruxedo impedir a publicação deste post,( agendado para cerca das 16h30m), ainda vou a tempo de dizer, a quem vive no Porto e arredores, que há alguns hotéis e restaurantes da cidade que hoje oferecem menus especiais da “Noite das Bruxas”. Quanto aos restantes festejos, se estiverem interessados em assistir, o melhor é irem já consultar os vossos calendários de 2010 e reservar quarto no hotel, para a única noite de sexta-feira 13 do ano, que será em Agosto.
Não percam tempo, porque apesar de este ano o calendário nos ter contemplado com 3 sextas-feiras 13, há mais de um mês que não é possível arranjar um quarto em Montalegre e imediações.

Gostei de ler

Perguntas incomodamente insidiosas