quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Todos os Nomes*

Os pais quiseram registar o filho com o nome de Diego. A Conservatória não aceitou e os pais recorreram para justiça que confirmou a decisão, alegando tratar-se de um nome castelhano com equivalência na língua portuguesa.
Compreendo a frustração dos pais. Uma coisa é ter um filho Diego e outra é ter um que se chame Diogo ou Tiago . Diego faz logo lembrar Maradona , irreverência , multidões vibrando com vitórias e obras de arte desenhadas em rectângulos verdes pelo mundo inteiro . Diogo também faz lembrar multidões mas…. de rostos macambúzios , marcados por derrotas eleitorais num rectângulo à beira mar. Ora isto faz toda a diferença!
Num mundo globalizado não creio que faça sentido esta restrição onomástica.
* A escolha deste título não é nenhuma provocação...

Livrarias e maus tratos

Livraria Lello ( Porto), considerada uma das 10 mais belas livrarias do Mundo

Passo muito tempo em livrarias. Principalmente na Bertrand da Av de Roma e na Almedina, onde as pessoas são normalmente simpáticas e estão sempre prontas a ajudar. Além disso, tenho os cartões que me dão 10% de desconto e oferecem vales de 10€.
Em Julho fui à Bertrand do Picoas Plaza para comprar uns livros. Não tinham dois dos que eu queria, mas disseram-me que os iriam pedir e, na semana seguinte, me telefonavam. O tempo foi passando. Telefonei e enviei e-mails a saber quando viriam. Resposta aos e-mails nunca tive. Pelo telefone disseram-me, por duas vezes, que o assunto não estava esquecido e prometeram telefonar dali a meia hora. Nunca o fizeram.Há duas semanas tive de comprar um livro técnico e voltei à Bertrand da Picoas Plaza. Não tinham o livro que eu pretendia e quando perguntei pela encomenda, uma senhora muito mal educada e arrogante, mandou-me procurar noutro sítio. Pedi-lhe o nome e, claro, apresentei reclamação. Aguardo resposta.
Entretanto, na segunda-feira, fui à Bertrand da Av de Roma. Fui atendido com a simpatia habitual e resolveram-me o problema em menos de 10 minutos. Já cá tenho os livros.Eu sei que cenas destas se passam em todos os ramos do comércio, mas custa-me ser maltratado dentro de uma livraria. E desgosta-me que uma senhora ainda jovem, tenha um comportamento tão arrogante ao balcão. Por isso, não voltarei a pôr os pés na Bertrand do Picoas Plaza.
Bem, agora o lado melhor da coisa… na Betrand da Av de Roma, onde sou também cliente habitual à segunda-feira, ofereceram-me uma semana de estadia na Capadócia! Pena que tenha de pagar a viagem de avião e viajar em grupo, coisa que detesto. Assim sendo, agradeci a oferta, guardei o voucher, mas não vou utilizá-lo.

I'm sorry!...

... mas o tempo não dá para tudo e não tenho podido responder aos vossos comentários. Vou tentar começar hoje a pôr o correio em dia, respondendo aos muitos comentários que exigem resposta.