quinta-feira, 7 de maio de 2009

Foi aí que falaram de crise?

Estarão os portugueses conscientes da crise que atravessamos? Às vezes tenho dúvidas.
Quando leio notícias de aviões cheios rumo às Caraíbas; quando vejo restaurantes caros a abarrotar; quando ouço que ocupamos um lugar no pódio nas despesas de compras de Natal; quando leio um relatório da Cetelem indicando que, no cômputo de 12 países europeus, ocupamos o primeiro lugar ( relação despesas/rendimento) nas despesas com produtos electrónicos, deixando atrás de nós países como o Reino Unido.
Nestas ocasiões ponho em dúvida se a crise, para os portugueses, não será mera ficção. Ou então a nossa crise é pequenina quando comparada com outros países…

Pelo país dos blogs (46)

Não vos cheira por aí a rosmaninho? A mim cheirou-me e fui ver de onde vinha. Descobri que vem da serra. Por lá estralejam os foguetes e cantam-se os parabéns porque nasceu faz hoje um ano e está em festa.
Parabéns à Lúcia e ao seu recuperado ( e renovado) Rosmaninho da Serra.

"i"ntão que tal?

Era aguardado com expectativa o primeiro número do "i". Ele aí está. Com as páginas agrafadas como as revistas. Quando acabei de o folhear pela primeira vez ( só para lhe tomar o pulso...) tive a sensação de acabar de folhear uma revista. Garantem-me que é um jornal. Quem? Os miúdos vestidos com "t-shirts" do "i" que ofereciam maçãs na 5 de Outubro.
Ainda não tive tempo para fazer uma avaliação, mas de uma coisa tenho quase a certeza: não vai fazer concorrência a ninguém. Porque é diferente de todos os outros. Pode ser bom e pode ser mau. O futuro (muito breve) o dirá.
Gostei do "i" online . É diferente e atrativo.
Depois do jornal da Sonae, temos o jornal da construtora Lena. Um dia ainda havemos de voltar a ter um jornal de jornalistas, mas isso agora não interessa nada.
Qual é a vosa opinião sobre o "i"?

Será que andam a gozar connosco?

Depois das vacas e das galinhas, agora também os porcos? Cheira-me a esturro...
Um dia destes viro mesmo vegetariano. Nem que seja à força!