domingo, 7 de dezembro de 2008

Vivó Benfica...

Pode parecer estranho que um “Dragão” que nasceu “Andrade” e começou a ver jogos no Estádio das Antas pouco depois de sair do berço, venha aqui gritar “Vivó Benfica”.Quase tão estranho como à época era ver “um preto de cabeleira loira ”, ou “um branco de carapinha”- a lenga-lenga publicitária do restaurador Olex .
Acontece que este vosso escriba – embora nunca morrendo de amores pelo SLB- vibrou, em miúdo, com as proezas europeias da equipa encarnada e sofreu com as copiosas derrotas que a equipa de Eusébio sofreu diante do Santos na Taça Intercontinental. Já vos contei aqui, como sofri quando vim para Lisboa, por ser portista, mas nunca deixei de admirar a forma como as águias impunham o seu voo na Europa.Foi com algum desgosto que vi a águia definhar e transformar-se em galinha de aviário, desde que Fernando Martins deixou a presidência dos encarnados, porque sempre gostei de futebol e de competição a sério. Se hoje em dia sou não nutro qualquer simpatia pelo SLB, devo-o a personalidades tão caricatas e desprovidas de qualquer sentimento desportivo, como Vale e Azevedo, Vilarinho, ou o inenarrável Luís Filipe Vieira, cujas acrobacias dialécticas revelam à saciedade que, antes de servir o SLB e o futebol, pretende servir os seus interesses, nem que seja recorrendo às práticas mais desleais e anti-desportivas de que há memória na história do futebol português ( Bem, mas isso fica para outra altura...)
O SLB caiu a pique, tornou-se uma equipa vulgar, entreposto de negociatas várias, sem dirigentes dignos de respeito, a sua massa de adeptos revelou , à saciedade, não ser digna do passado da agremiação encarnada e a equipa transformou-se no bombo de festa da Europa, sofrendo derrotas humilhantes por essa Europa fora, aos pés de equipas que, em Portugal, lutariam para não descer ou, quando muito, para lutar por um lugar nas competições uefeiras.
Ontem, ao ler excertos do editorial do Zé Nuno Martins no Jornal “Benfica”, fiquei com a certeza que a mudança preconizada por Rui Costa começa a surtir os seus efeitos. Só um jornalista com a craveira do Zé Nuno seria capaz de escrever, de forma desassombrada, aquele texto. Não é que me surpreenda… pois conheço o Zé desde os tempos da Faculdade e sei que nunca abandonou os seus princípios. É preciso ser corajoso para dar aquele murro na mesa e chamar os bois pelos nomes.
Entre Zé Nuno Martins e João Malheiro, que transformava as derrotas em vitórias, com a viscosidade de um “apapparitch”, vai a distância entre um Prémio Nobel e um novelista de cordel. Mas o editorial de JNM é também uma bofetada naqueles que transformaram jornais acreditados como “A Bola” ou “O Record” em pasquins ao serviço da agremiação encarnada. Ensinou-lhes o que é jornalismo sério, coisa que por aqulea bandas escasseia.
A comunicação é, hoje em dia, fundamental para a credibilidade de uma empresa e Rui Costa percebeu isso. Ainda não se vê em resultados, mas percebe-se pela postura. qu algo está a mudar. Que não era com Veigas e Malheiros que o Benfica se levantaria, todos sabíamos, menos LFV que optou por se aliar a “ressabiados” e entrou no jogo rasteiro e sabujo para tentar ganhar na secretaria o que não ganhou em campo.
Quero um Benfica e um Sporting fortes, para que as vitórias do meu FC Porto tenham ainda mais brilho, mas se o SLB ressurgir e voltar a ser um grande clube, deve-o a pessoas como Rui Costa- que além de outras virtudes contratou um treinador que não se refugia no azarou nos erros dos árbitros para justificar o insucesso- e a Zé Nuno Martins, que explicou aos adeptos benfiquistas como devem analisar os jogos de futebol. É bom que os adeptos do SLB percebam isso e reconheçam a necessidade de expurgar do clube vultos baços como LFV. Só assim o SLB poderá aspirar a ser de novo uma equipa grande a nível interno e europeu. Porque incensar guerras de alecrim e manjerona, ou encetar cruzadas contra Pinto da Costa , escolhendo despeitadas de mau porte como aliadas, pode ser bom para um medíocre, mas são prejudiciais ao SLB e ao futebol.
Se os sócios do Benfica não perceberem isto, a operação de cosmética não terá resultados mais brilhantes do que o restaurador OLEX.

11 comentários:

  1. Meu Caro Carlos,
    hoje, por acaso, até houve resultados. Concordo com a repulsa por Azevedos & Vieiras, embora por razões que não são as mesmas, para ambos. Parece-me um tanto injusto meter Vilarinho no baralho e ao barulho, penso que era homem honesto e urbano.
    Quanto ao Malheiro, também achava tremendo aquele pretenso jargão pontuado de tiques com que dizia coisa nenhuma, para além de um optimismo bacoco.
    Mas está a ver, o Glorioso é tão grande que sobreviveu a todos esses atentados...
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que a dona Emília, a minha vizinha da frente não lê este post se não dava-lhe um treco. Para ela o SLB quanto mais por baixo melhor. A esta hora, já vai para alia uma azia! Condescende com o Sporting, por causa deste vosso vizinho.
    Até pôs a varanda com iluminação de natal. Agora adivinhem as cores? Claro, azuis e brancas.
    Também só lhe conheço esse defeito.

    ResponderEliminar
  3. Eu não percebo nada de futebol
    Eu não gosto de futebol
    Eu não suporto manias de jogadores de futebol
    Eu não consigo entender porque hão-de ganhar tanto dinheiro os jogadores de futebol
    Eu só vejo negociatas à volta de clubes de futebol
    Eu fico furiosa com as abébias que o fisco e tribunais de contas dão aos clubes de futebol
    Mas...
    Eu, neste natal, quero ter um clube de futebol!

    P.S. Serve qualquer um, desde que seja dos grandes, eu não sou esquisita...

    ResponderEliminar
  4. Paulo:O Vilarinho era honesto, mas foi ele que lá pôs o LFV, não é verdade? Era um bonacheirão, mas completamente inapto para o cargo, não achas?

    ResponderEliminar
  5. Salvo: infelizmente há Emílias em todos os clubes. Eu por acaso preferia que o SLB tivesse guardado a cabazada para o Metalist, mas com azia não fiquei!

    ResponderEliminar
  6. Eu fui colega do Zé Nuno nalgumas cadeiras. Claro que ele é mais velho, mas...
    O comentário do Salvoconduto fez-me lembrar um palacete daqui, dos Combatentes, que até o court de ténis pintou de azul. Isto para não falar duns carneirinhos que por lá existem que volta meia volta têm um cachecol azul e branco. Conheces?

    ResponderEliminar
  7. maloud: Então não havia de conhecer? Um dia conto-te uma história que se passou lá à porta, estava eu acompanhado de duas figuras públicas. Passei uma vergonha!
    Claro que o Zé é mais velho. Nós até lhe chamávamos o paizinho (rsrsrs)

    ResponderEliminar
  8. Mas esta não é a caixa de comentários do Mr. Kris Kringle????

    Ora bolas, enganei-me......

    ResponderEliminar
  9. Si: Parece-me que é uma private joke, mas "a gente despois cumbersa"...

    ResponderEliminar