terça-feira, 25 de março de 2008

Quando os jovens são o centro da notícia

Em arrumação de arquivos mortos, encontrei este post que escrevi ano passado durante as férias da Páscoa, no Alembojador:
“Os noticiários televisivos de ontem não se cansaram de emitir reportagens acerca da presença de mais de 20 mil jovens portugueses, entre os 16 e os 18 anos, em Lloret del Mar. Ao que parece, aquele destino foi escolhido para os jovens fazerem a sua viagem de fim de curso(!) Por este andar, um dia destes ainda vamos ver crianças que terminam a 4ª classe a fazerem viagens para Islantilla ( acompanhadas de “babysitters”?).
As viagens eram a preço de saldo, mas em alta está o número de adolescentes que todas as noites dá entrada nos hospitais locais em coma alcoólico ou com simples bebedeiras. E claro, não faltaram distúrbios nos hotéis, com arremesso de alimentos e vandalização de mobiliário.
Diante das câmaras, que mostravam jovens a beber vinho pelo gargalo de garrafas de litro, os pais portugueses defenderam os seus rebentos e acusaram de insensibilidade os responsáveis das unidades hoteleiras que lhes puseram as malas à porta, obrigando-os a antecipar o regresso.
Uma boa imagem do estilo Al(g)arve que padroniza a sociedade portuguesa.”
Porque será que todos os anos, em época pascal, o (mau) comportamento dos jovens salta para as primeiras páginas da actualidade informativa e há sempre pais a defenderem comportamentos indefensáveis dos seus rebentos?
Haverá certamente alguma explicação plausível para que isso aconteça, uma vez que a conjugação da Lua Cheia, com a Primavera e as férias não explica tudo. Que tal tentar perceber as coisas analisando o comportamento laxista e irresponsável de alguns pais? É só uma pista, claro...

Sem comentários:

Enviar um comentário