quarta-feira, 10 de outubro de 2007

A idade da inocência(?)

Ao passar nas traseiras do Atrium Saldanha, sou interpelado por duas jovens classe média ( a julgar pelo vestuário, mas nos dias de hoje nunca fiando...) sentadas em amena conversa num parapeito da escadaria :
- Pode-nos dar um cigarro?
-
Não fumo...- Não fuma? ( em uníssono, com tom de barítono...)
- Não, ganhei juízo!
- Nunca fumou?
- Já, durante muito tempo, e de vez em quando ainda dou umas passas numa cigarrilhazita..- Ah! Então tem cigarrilhas...
-
Não, aqui não tenho- Que azar! Não nos pode dar dinheiro para comprar um maço de cigarros?
- Que idade é que vocês têm?
- 16 (
não aparentavam mais de 14, mas fingi acreditar)
-
Porque é que vocês não pedem dinheiro aos vossos pais?- ( ...)
- Ganhem mas é juízo, ainda são muito novinhas para essas coisas

- Dê-lá, são só 3 euros! A gente deixa-o apalpar-nos as mamas.

Sem comentários:

Publicar um comentário