sábado, 16 de junho de 2018

Humor fim de semana

Durante o almoço de trabalho, o Joaquim e o Raul discutem.
- Joaquim, faz cinco anos que estou inscrito num curso nocturno. Não estás interessado em fazer um ?
- Bah! …
- Não? Por exemplo, tu sabes quem foi Graham Bell ?...
- Não!
- Foi o que inventou o telefone em 1876. Se viesses ao Curso Nocturno, sabias…
No dia seguinte, a mesma cena…
- Tu sabes quem foi Alexandre Dumas ?
- Não!
- Foi o autor de ”Os Três Mosqueteiros”. Se viesses ao Curso Nocturno, sabias…
No dia seguinte, de novo…
-E sabes quem foi Miguel Cervantes?
-Não!
-Foi o autor de ”D Quixote”. Se viesses ao Curso Nocturno, sabias…
Já em brasa, o Joaquim pergunta:
- Ouve lá Raul, e tu sabes quem é Armando Filipe?
- Não !
- Pois é o gajo que anda com a tua mulher! Se deixasses o Curso Nocturno… saberias!
 ( Cortesia do Ferreira Amigo)

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Crónica sobre a indecência

Em 2003, o deputado Paulo Pedroso foi preso em plena AR, com um aparato mediático nunca visto até então.  O juiz Rui Teixeira  irrompeu na AR, precedido de uma multidão de jornalistas  e câmaras de televisão e deu voz de prisão ao deputado.
Paulo Pedroso foi acusado de práticas pedófilas e permaneceu na prisão  quatro meses e meio, até a justiça reconhecer  que estava inocente e  fora preso injustamente.  
Pediu uma indemnização ao Estado que inicialmente lhe foi parcialmente concedida, mas acabou por ser recusada por um tribunal superior, depois do inenarrável Pedro Namora se ter insurgido contra a atribuição da indemnização. 
Na época custou-me muito ver  um advogado (Pedro Namora) a insurgir-se contra uma decisão da mais elementar justiça ( indemnizar quem foi injustamente  acusado, preso preventivamente e viu o seu nome irremediavelmente manchado e vilipendiado na comunicação social que  desde logo o incriminou obrigando-o a colocar um ponto final na sua carreira política )
Quinze anos depois, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem dá razão a Paulo Pedroso e condena o Estado português a pagar-lhe uma indemnização de cerca de 68 mil euros, acrescidos de juros.
Algumas televisões deram a notícia sem grande alarido, mas  nenhum dos jornal teve coragem de trazer o  assunto para primeira página e pedir desculpa  a Paulo Pedroso pelo mal que lhe causou com as acusações.
UMA VERGONHA para os jornalistas e mais uma machadada na  credibilidade dos jornais que se assumem como refúgio de incendiários e cobardes.
Quanto ao juiz Rui Teixeira, deve estar bem instalado na vida e, graças à imunidade de que gozam os juízes ninguém lhes pedirá explicações. O contribuinte paga os erros e as prepotências de quem devia   assumir os seus erros, para poder julgar   com justiça.  

As duas faces da mesma moeda



Marta Soares e Bruno de Carvalho são as duas faces da mesma moeda.
Ao querer destituir sem qualquer legitimidade  BdC democraticamente eleito pelos sportinguistas, a Comissão de Fiscalização manipulada pelo incendiário dos bombeiros deu um forte contributo para que o actual presidente venha a ser reeleito.
Jaime Marta Soares deu mais uma prova de ser um oportunista que não repeita o jogo democrático. Mas isso já todos sabíamos. 

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Cabe sempre mais um. Até quando?




Quando  Itália e Malta recusaram receber um navio com 629 migrantes à deriva no Mediterrâneo, o Homem Branco indignou-se ( justamente!) com a desumanidade de Salvini. Como já se indignara com Orban, Erdogan, Marine Le Pen, Trump e outros que escolhem um  discurso populista  com cada vez mais adesão nas ruas e nas urnas. 
As indignações passam depressa, por isso, logo que o Aquarius ancorar em porto seguro e depositar os migrantes, o assunto deixará de ser notícia. 
Muitos dos indignados nem sequer chegarão a  saber que os migrantes foram divididos por 3 barcos, por razões de segurança,  nem que muitos deles  disseram que não queriam ir para Espanha - quase provocando uma rebelião a bordo - porque já estarão a indignar-se com a desdita de mais 800 migrantes que andam à deriva no Mediterrâneo, na expectativa de encontrarem um porto de abrigo.
Depois espantem-se com o crescimento da extrema direita e a radicalização do discurso xenófobo.
Já não viverá muito tempo quem não assistir a uma mudança radical no discurso europeu, relativamente ao acolhimento de migrantes nas águas do Mediterrâneo. 



Equívocos de Santo António

I met a Chinese girl when I was in Lisbon , two days before Santo Antonio's Day
 I asked her if she would escort me for a sardine's dinner  and asked for her mobile number, so I could call her.
 She got excited and said:
"SEX SEX SEX WANT FREE SEX FOR TO NIGHT".
Wow, I'm guessing this is how Chinese woman expresses hospitality!
But then, my friend explained me what she really said it was: "6 6 6 1 3 6 4 2 9"

terça-feira, 12 de junho de 2018

A última produção de Hollywood



A Cimeira Trump - Kim Jong Un  foi um dos maiores embustes a que o mundo assistiu nos últimos tempos.
Espremido, o acordo não deu em nada.  Kim não se comprometeu com a desnuclearização, Trum garantiu que as sanções não serão levantadas e irá manter as dezenas de milhares de soldados americanos na Coreia do Sul. 
A comunicação social fala de acordo histórico, mas na verdade não há compromissos de nenhuma das partes. Apenas um conjunto de ideias vagas. 
Então para que serviu a cimeira de Singapura? 
Para garantir a vitória dos Republicanos nas eleições intercalares americanas do próximo Outono, para Kim fingir que está disposto a dialogar e a ceder  ao imperialismo yankee, em nome da paz, e para que ambos se assumam como candidatos ao Prémio Nobel da Paz.
Uma excelente produção de Hollywood com enredo inverosímil e protagonistas de filme de série C classificado com 4* pelos críticos, mas que me palpita será um estrondoso fracasso de bilheteira. Acontece com muita frequência às denominadas "grandes produções de Hollywood". 

Contra o povo, lutar, lutar!



A greve de comboios a sul de Coimbra, que se inicia hoje às 12 horas e se prolonga até final do dia  13, já me parecia inusitada mas, ao saber que os sindicatos marcaram greve a norte de Coimbra para os dias 23 e 24 de junho, confirmei as minhas suspeitas: as greves decretadas pelo sindicato ferroviário são manifestamente contra o povo e nada têm a ver com reivindicações dos trabalhadores.
Desmontado que já fora o argumento da falta de segurança ( o governo e a empresa garantem que os comboios continuarão a circular com dois funcionário, não havendo por isso qualquer alteração, como aliás acontece desde 1998) as greves dos comboios marcadas para as vésperas e dias que assinalam as festas populares mais concorridas do país são greves contra o povo, cujos interesses os sindicatos dizem defender.
O caminho que o sindicalismo está a seguir em Portugal é perigoso e descredibiliza ainda mais  a luta sindical, pois em muitos casos tem como único propósito desgastar o governo. O BE já percebeu isso há muito, mas o PCP que continua a servir-se dos sindicatos para mostrar a sua força continua a  prejudicar os trabalhadores que jura estar a defender. 
Entre as muitas greves que se anunciam para os próximos tempos, há algumas que me parecem justas, uma ( a dos professores) sobre a qual mantenho muitas dúvidas mas que me continua a parecer essencialmente corporativa, e outra que é um disparate, por não ter qualquer reivindicação séria e credível e, ainda por cima, despreza o povo que, tendo já tão poucas ocasiões para se divertir, ainda se vê privado de transportes em duas noites de folia.
Reitero, por isso, a recomendação que fiz aqui ontem. Mandem as facturas das vossas despesas à CGTP. 
E mais não digo, para não ser inconveniente e acusado de fascista por um  qualquer sindicalista estilo Mário Nogueira que, apesar de não saber o que é dar uma aula há décadas, continua a pensar que é professor.

Santos Populares com o apoio da CGTP



Uma vez que os sindicatos dos ferroviários decidiram privar o povo de se divertir nas noites de Santo António e S. João, recomendo a todos os lesados que recordem estas palavras de Arménio Carlos e sigam a sugestão de alguns leitores, mandando a conta das despesas à CGTP.
Divirtam-se!

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Uma profissão com futuro?

Que haja putos a pensar que ser youtuber é uma profissão -e ainda por cima de futuro-parece-me absolutamente normal. 
Agora ver paizinhos é mãezinhas a incentivarem os filhos a abandonar os estudos  e trocarem um curso pela "profissão" de youtuber, parece-me idiota, irresponsável e próprio de progenitores que nunca  deviam ter a seu cargo a educação dos filhos.
Tenham juízo e deixem de armar-se em pais modernacos. Exerçam a vossa função de pais com responsabilidade e resistam a tentação de se tornarem ridículos. A juventude não é eterna e os vossos filhos um dia vos julgarão por não terem sabido ser pais.

Donald Trump voando sobre um ninho de cucos





Esta foto de capa do DN de hoje foi tirada durante a reunião do G7 no Canadá, mas podia ter sido obtida durante uma visita dos G-6 a um qualquer manicómio onde Trump estivesse internado, se os americanos não fossem um povo  marcado pela imbecilidade e ignorância, que conscientemente elegeu um criminoso para o governar.
Será que as almas caridosas que na Europa  reclamaram condescendência com Trump já perceberam que o homem é um tresloucado indefensável e está a colocar o mundo à beira de uma guerra de consequências incalculáveis, ou continuam a ser imbecis e a clamar que se dê o benefício da dúvida a um javardo prepotente?

domingo, 10 de junho de 2018

Fixe este número: 46750


Foi apresentado na semana passada, em Lisboa, 46750 o livro do fotojornalista  João Pina sobre a violência no Rio de Janeiro, editado pela Tinta da China.
46750 foi o número de homicídios cometidos na " Cidade Maravilhosa" entre 2007 e 2016.
As fotos que a Visão publicou despertam a curiosidade de qualquer amante de fotografia. Algumas serão chocantes, mas o mais chocante é mesmo a violência  no Rio de Janeiro  que João Pina nos conta com uma frieza e realismo invulgares.
O livro é carote, mas vale bem o preço. Aproveite o desconto de Feira ou, em alternativa, espere uns tempos até entrar em promoção.
(A foto que escolhi reproduz a cena de um crime onde três pessoas foram executadas dentro de um carro, na favela de Santa Cruz). 

sábado, 9 de junho de 2018

Humor fim de semana

Um tipo casou  com uma mulher que era super teimosa. Depois de dois anos de casamento, à beira de um ataque de nervos, ele finalmente conseguiu convencê-la a consultar um psicanalista.
Na volta da primeira consulta, ansioso, ele pergunta:
— E então, meu amor? Como foi a consulta? Tudo bem?
— Tudo bem, uma ova! Precisei gastar todo o meu horário para convencer o gajo que o divã ficava melhor no meio da sala!

Perguntar não ofende...

Lamento, mas não resisto a colocar esta questão a todos os sportinguistas:
Se Bruno de Carvalho e Jaime Marta Soares fossem os únicos vendedores de automóveis em Portugal, a quem  comprariam o vosso?