domingo, 21 de dezembro de 2014

E se Jesus tivesse nascido em Portugal, como seria?


Que grande galo!




Joana Vasconcelos foi convidada a apresentar uma peça  que marque as comemorações dos 450 anos da fundação do Rio de Janeiro.
A artista teve uma das suas ideias auspiciosas e construiu um galo de Barcelos com sete metros de altura, revestido a azulejos e com muitas luzinhas LED para ser visto durante a noite. Baptizou-o de Pop Galo.
 Começará a cantar A obra será inaugurada no dia 10 de Junho e ficará em exposição na Praia do Leme, em Copacabana. 

Le premier bonheur du jour


Esta semana deixo-vos aqui momentos fantásticos e  faço votos que  este último domingo antes do Natal seja  ainda mais fantástico.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Bibó Porto (30)


Concluídas as obras de reabilitação já pode visitar a Igreja dos Clérigos


E a Torre com o mesmo nome, ou as duas...


Antes ou depois da visita sugiro-lhe uma volta pela movida da zona, actualmente a mais frequentada por portuenses, galegos e turistas de todo o mundo. Um must indispensável para quem visite o Porto.

Esperem pela volta...

Não  tenho qualquer simpatia por Putin, mas estou bastante preocupado com a crise que ameaça fazer colapsar a economia russa. Não só pelo perigo que  pode constituir para o mundo ocidental, mas também pelos estilhaços que poderá provocar na nossa débil economia.
 Putin é uma espécie de Ricardo Salgado e não vai cair sozinho, sem oferecer resistência e armadilhar o caminho.
O efeito boomerang das sanções aplicadas pela Europa e EUA a Moscovo, pode causar graves danos na economia europeia ( e mundial) nos próximos tempos.

Não digam que não avisei (5)

Quando chegar o dia em que os reclusos em prisão preventiva tenham de fazer um requerimento ao juiz para fazer xixi e assinar um compromisso de honra em que garantam que as sua abluções não prejudicarão o inquérito. 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal do casal Silva: descubra as diferenças

Em 2010 o casal da Rua do Possolo fez esta mensagem de Natal em ritmo RAP




Agora a versão 2014. Desta vez, o casal Silva optou pelo teatro de marionetas. Prestem bem atenção aos movimentos estilo bonecos articulados do casal

Passos Coelho tem razão...

Na verdade não foi o mexilhão que se lixou. Esse já está lixado há muito tempo e não pode aspirar a ser berbigão.
O brilharete de Passos Coelho foi conseguir, com a sua política austeritária cega, a despromoção do berbigão e de muita ameijoa mediana à categoria de mexilhão, aumentando o número de exemplares desse bivalve.
No fundo- há que reconhecê-lo- cumpriu a sua única promessa eleitoral: empobreceu os portugueses.

E o burro sou eu?

Gastaram-se milhões para pagar a bancos que contribuíram para o empobrecimento dos portugueses. Cortaram-se reformas e salários que  condenaram milhares à pobreza.
Agora, o governo vai gastar mais de 200 milhões para combater a pobreza e chama a isso investimento!


A justiça alemã puniu inocentes?

Se o processo dos submarinos foi arquivado, isso significa que os tipos condenados pela justiça alemã por corrupção, estão presos injustamente. 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Vão meter-se numa alhada

O governo optou pela requisição civil na TAP. O argumento de que está em causa o interesse público é, no mínimo, risível. Então a TAP é de interesse público e o governo vai privatizá-la?
A decisão já era arriscada mas o governo decidiu apostar ainda mais forte, abrangendo 70% dos trabalhadores.
Se a ideia vingasse, significaria que se teria acabado o direito à greve. Não vingará e o governo vai sair mal desta situação. Mesmo que muitos aviões levantem voo... será a TAP a mais prejudicada.

Para a próxima é melhor mandar um postal...

O advogado de Sócrates enviou um e-mail para o DCIAP às 15h09m do dia 21 de Novembro, informando o MP que o ex- pm queria ser ouvido.  Falou com o director do DCIAP comunicando-lhe essa intenção. Álvaro Guerra enviou um SMS ao procurador Rosário Teixeira, informando-o sobre a pretensão de Sócrates. O e-mail só chegou ao destino no dia 25.
Não me interessa saber quais foram as intenções de Sócrates ao pedir para ser ouvido. Só ele e o seu advogado saberão. Importante é realçar que os problemas da Justiça com as novas tecnologias parecem insanáveis. Depois do colapso do CITIUS,  os computadores ficaram lerdos?

Christmas Carol

A reaproximação dos EUA a Cuba cheira-me a Christmas Carol.  Só será uma boa notícia no dia em que terminar o embargo, sem imposições do Tio Sam. Até lá, o povo cubano continuará a ser  vítima da prepotência americana.
Palpita-me que Obama estava  com inveja de Merkel por ela ter  encontrado em Portugal   uma colónia de férias para os alemães e quer oferecer uma aos americanos como presente de Natal. 
Terminado o embargo a Cuba, a ilha ficará irreconhecível. Hordas de turistas e investidores encarregar-se-ão de a transformar, de acordo com os ditames do turismo de massas ao gosto dos americanos. 
Entretanto, muitas empresas americanas esfregam as mãos. Obama ofereceu-lhes um novo mercado, para escoarem os seus produtos.

E por falar em greves...

Ontem houve greve do Metro. Hoje, greve da REFER. Dia 22 nova greve do Metro. Dias 24, 25, 31 e 1 de Janeiro, greves de várias empresas de transportes suburbanos ( camionetas). Dias 27 a 30 greve da TAP. Anuncia-se uma greve da CP
Os transportes estão em rebelião. Os trabalhadores querem actualização de salários, reclamam  contra a perda de direitos e criticam a privatização acéfala dos transportes. Basta ver como está a ser contestada pelos autarcas ( incluindo os do PSD) a concessão dos STCP, para se perceber que a razão está do lado dos trabalhadores.
A forma atabalhoada  como procedeu na subconcessão do Metro do Porto, atrasando o concurso um ano e vendo-se obrigado a pedir à empresa ViaPorto o prolongamento da concessão até Março é revelador da incompetência e irresponsabilidade. Incompetência por não ter concluído o concurso a tempo, irresponsabilidade porque o contrato de manutenção do material circulante com a Bombardier e a EMEF termina a 31 de dezembro e as propostas para novo concurso terminam precisamente nesse dia. Ou seja: de que serve prolongar o contrato de concessão da empresa que explora os metros, se a manutenção dos equipamentos não está garantida?  
A rejeição da proposta dos municípios de Lisboa para que a gestão dos transportes urbanos seja assegurada  pela Câmara, é bem reveladora dos propósitos do governo. Apesar de ser mais  vantajosa do que as apresentadas pelos privados e a única  que garante a articulação entre os  serviços de transportes urbanos, o governo prefere as propostas dos privados.
Muita gente critica as greves dos transporte, talvez por não ter percebido esta fúria privatizadora dos transportes protagonizada pelo governo, que inviabiliza propostas mais favoráveis aos utentes e à eficácia dos transportes urbanos de Lisboa e Porto.
No dia em que os preços do passes dispararem, vão protestar e culpar o governo por não defender os utentes.Tarde demais. Lamento...  

Complete a seguinte frase...

Se o poder inebria e o poder político corrompe, o poder judicial......
Depois de o todo poderoso juiz Carlos Alexandre ter proibido Sócrates de dar uma entrevista ao Expresso e uma juiza ter sentido a necessidade de escrever um artigo no  Expresso, sob anonimato, torna-se mais fácil encontrar a resposta.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Se Portas tivesse um pingo de dignidade...

... depois de  ouvir Passos Coelho dizer  que não precisava  do CDS para ganhar as eleições, mandava-o coligar-se com a sogra e concorria sozinho. Mesmo que o CDS passasse a ser o partido da lambreta, pelo menos mostrava alguma dignidade. 
O problema é que Portas não tem dignidade, nem vergonha!

Notícias sobre o mexilhão


Escolas abrem cantinas a pais que passam fome
Se o urso pm  pensa que são casos isolados, recomendo-lhe faça o percurso entre a Trindade e a Av dos Aliados no Porto, ou passe pelo Saldanha e Almirante Reis em Lisboa, para ver as filas de pessoas que estão à espera dos voluntários que lhes vão dar comida. 
E se não se quiser dar ao trabalho de perguntar aos voluntários se aumentou muito nos últimos anos o número de pessoas apoiadas pelas instituições, peça à sua assessora Eva Cabral para lhe mostrar fotos de 2010 e compare com as actuais, para descobrir a difderença.

Ai é tão bom!

Na segunda feira o preço da gasolina baixou mais quatro cêntimos, consequência da descida continuada do preço do petróleo. Alguns distribuiudores admitem que , ainda esta semana, haja nova descida de preços.
Os consumidores andam satisfeitos, porque já não se lembram de os combustíveis estarem a preços tão baixos.
Um dia destes vão descobrir o reverso da medalha mas, para não estragar tanta felicidade em época natalícia, não escreverei por agora sobre isso.
Limito-me a sugerir que gozem esta baixa de preços até ao final do mês. A partir de 1 de Janeiro o governo - que detesta ver os portugueses felizes- roubar-lhes-á o sorriso com a introdução da Fiscalidade Verde  que irá fazer reverter para os cofres do Estado, boa parte do dinheiro que deveria ir directamente para o bolso dos portugueses. 
Dizem eles que é em nome do ambiente mas, depois de ouvir as declarações de Pedro Queiroz Pereira (PQP) na comissão de inquérito comecei a acreditar que fazem tudo em nome destas três letrinhas, com que também se escreve a palavra mãe.



Explica-me lá isto, ó Maduro!

Se a transmissão dos jogos da Liga dos Campeões é um negócio ruinoso, por que razão a TVI queria ficar com os direitos? 

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Não digam que não avisei (4)

Quando chegar o dia em que os juízes apliquem as penas de acordo com o "sentimento popular". O qual, obviamente, será condicionado por fugas de informação para imprensa selecionada, que ilibará ou condenará o réu na praça pública, de acordo com as convições transmitidas pelos juízes.

Xurdamos, irmãos!

Banco, basqueiro, cibervadiagem, corrupção, ébola, gamificação, jihadismo, legionela, selfie e xurdir  são as 10 palavras candidatas a palavra do ano 2014, na votação promovida pela Porto Editora.
Sócrates vai ter que xurdir para dar a volta ao texto, mas não foi por isso que votei em “Xurdir". Foi  por estas cinco razões.

Coitado do professor Marcelo!

Mas, com sorte, ainda pode ir brincar aos pobrezinhos para a Comporta...
Entretanto, Passos aproveitou a desdita de Marcelo para provar que tinha razão quando disse que não foi o mexilhão a lixar-se com a crise...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Peru pouco auspicioso


Foto JN/ Enrique Castro Mendivil/ Reuters


É verdade  que na cimeira do clima realizada no Peru se alcançaram consensos. Mas do consenso à tomada de medidas vitais para refrear o aquecimento global, vai uma enorme distância.  O que aconteceu foi, apenas, adiar por mais um ano decisões concretas, nomeadamente no corte de emissões de CO 2, ou na aprovação de um documento que substitua o Protocolo de Quioto.
Apenas se conseguiu  um rol de intenções que se arrasta há mais de duas décadas e, invariavelmente, redundam em fracasso.
Mal, também, andou a Greenpeace. Os seus protestos foram longe demais, provocando danos irreparáveis numa região que é Património Cultural da Humanidade. 
Pedir desculpas - ainda por cima de forma mais ou menos leviana - não os exime às responsabilidades por um atentado que deveria ter sido evitado e não se pode repetir, sob pena de apenas contribuir para o crescente descrédito da organização.

O aborto

Os ataques a Miguel Poiares Maduro vieram do seio da própria maioria. Marques Mendes e Morais Sarmento  dizem que o CGI está morto e enterrado e a solução de Maduro é um aborto.
Só que, neste caso, não se trata de aborto espontâneo. Os responsáveis são um ministro feito à pressa e o seu adjunto Lomba, que ainda não conseguiram, desde o início do seu mandato, tomar uma medida consensual. Lembram-se do desastre dos briefings, apontados como exemplo de inovação e transparência, que desapareceram mergulhados em contestação externa e no próprio seio do governo?  

O ópio do povo

No culminar de uma semana em que o futebol exaltou muito fervor clubístico e ocupou o centro das discussões, sobrepondo-se ao debate político,  pareceu-me oportuno recuperar este cartoon de  Rodrigo de Matos, publicado há tempos no Expresso.
Vencedor do Press Cartoon Europe, retrata a forma como o apuramento de Portugal para o Mundial de futebol do Brasil distraiu as pessoas da grave situação económica e social que o país atravessa(va).
Agora que o Benfica já pode encomendar as faixas de campeão, é tempo de as pessoas se concentrarem no que é realmente importante para o país.