sexta-feira, 31 de julho de 2015

Bêbada, disse ela

Isabel Vaz embebedou-se quando a Fosun comprou a Luzsaúde e o efeito ainda não passou. Vai votar Passo Coelho

Bem aventurados os pobre de espírito



Um jogador de futebol português transferiu-se para um clube espanhol. Na cerimónia de apresentação no seu novo clube vestiu uma t-shirt com a  fotografia de Franco estampada. Perante a indignação da comunicação social e das redes sociais, o jogador tuga pediu desculpa e garantiu que não sabia que a fotografia da t-shirt era do ditador.
Por mim está desculpado. Em Outubro haverá muito tuga que irá votar na coligação, porque ignora o mal que esta fará aos seus pais, aos seus filhos e a eles próprios. Essa ignorância parece-me muito mais grave do que a do jogador de futebol tuga, nascido para pensar com os pés.

Resumindo...

O programa do governo para a próxima legislatura, ontem divulgado pela dupla Passos/Portas é isto:

Ou, se preferirem, um pouco mais disto:



É preciso não ter um pingo de vergonha na puta da tromba!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Não foi por acaso...

... que Paulo Macedo disse que gostaria de transferir a sede do ministério da saúde para o Júlio de Matos. Ele só queria dar o exemplo.

Barata tonta



Passos Coelho parece uma barata tonta. Há dias dizia que só depois das eleições tentaria definir, com o apoio do PS,  como seria o corte dos 600 milhões na SS. Dias depois, contrariando Maria Luís Albuquerque, disse que não haveria corte nas pensões. Ontem, em entrevista ao Negócios disse que as pensões em pagamento não sofreriam cortes, apenas as futuras.
Em Abril o tipo que se intitula pm dizia que a redução da TSU era uma medida intrumental para o pais se tornar mais atractivo ao investimento. Há dias veio dizer que a redução será apenas para algumas empresas "em zonas de baixa densidade populacional".
Passos Coelho pode esforçar-se muito nesta campanha eleitoral para iludir e enganar uma vez mais os eleitores com promessas que todos sabemos que não irá cumprir, mas não consegue é despir a capa de aldrabão e troca tintas. Além de ser uma característica pessoal, a capa permite-lhe ainda encontrar sempre um argumento para justificar as suas petas, recorrendo à entrevista ou declarações que mais lhe convenham. 
Adenda: hoje a coligação irá apresentar o seu programa. Preparem-se para eleger as 10 promessas que  o PSD/CDS não irá cumprir se for governo.Por agora, a única coisa que se sabe é que o programa eleitoral não inclui contas. O que não admira, pois este governo sempre foi mau a fazê-las.

Deputados objecto

Há dias a comunicação social noticiou a  integração de uma invisual na lista de Lisboa do PS e de um transexual  nas listas do BE por Setúbal, ambos em lugar elegível.
Saúdo inequivocamente a integração de deputados representando minorias ou movimentos fracturantes da sociedade e só lamento que em mais de 40 anos de democracia, a escolha de uma deputada invisual e de um transsexual seja notícia, porque isso revela que estamos ainda muito longe de atingir a maturidade democrática. Mas o  que verdadeiramente me encanita,  é ler as notícias e não ficar a saber quem são  a transexual, ou a invisual. O que fazem na vida? Quais as suas habilitações académicas e experiência política? 
Eu não quero ter na AR deputados objecto que os partidos escolhem para as suas listas com intuitos eleitoralistas. Quero pessoas que pensem. Independentemente de serem pretos ou  loiros com olhos azuis, testemunhas de Jeová ou ateus, miss Portugal ou sem abrigo, quero  ter na AR deputados capazes  que tenham ideias  e digam ao que vêm.  Sobre isso, fiquei sem saber nada através dos jornais.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Peixoto, o "lambe cús"



Passos Coelho tinha acabado de lançar uma guerra civil entre os portugueses tomando medidas que punham desempregados contra pensionistas,  funcionários públicos contra trabalhadores do sector privado e jovens contra velhos, quando um obscuro deputado do PSD, de seu nome Carlos Peixoto, escreveu um artigo no jornal i, onde desferia um ataque ignominioso aos velhos, que apelidou de “peste grisalha”.
As redes sociais inflamaram-se e até Helena Sacadura Cabral, mãe de Paulo Portas, se insurgiu contra o deputado lambe cús.
Hoje, ao  ver os nomes dos cabeças de lista do PSD, constato que o pulha foi promovido a cabeça de lista na Guarda. Embora não seja surpresa, fica demonstrado mais uma vez na agremiação laranja os pulhas são recompensados e provavelmente haverá muitos reformados egitenses que votarão nesta sinistra figura. É a isso que eles chamam renovação.

Ó tia! Já percebeu, ou precisa de um desenho?

A tia Maria João, que tanto se escandaliza quando um cidadão chama gatunos ou vigaristas à trupe que assaltou o pote, não deve ver a TVI 24. É pena, porque se o fizesse já teria ouvido Manuela Ferreira Leite explicar que a devolução da sobretaxa do IRS é uma vigarice deste governo. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Da série "eu sou um político sério"

Governo desviou dinheiro do IVA para pagar AUDI's da factura da sorte.

Da série a crise ficou para trás

A gangrena




Ouvi dizer que Cavaco desvalorizou a eventual saída da Grécia da zona Euro, alegando que ainda ficariam 18 países.
É natural que o inquilino de Belém já não tenha discernimento para perceber que a saída de um estado membro da zona euro terá um efeito de gangrena  mas - embora não deseje nada de mal ao senhor presidente-  lembro-lhe que no caso de ter uma gangrena e ser obrigado à amputação de um dedo do pé, não se deve preocupar, pois ainda ficam nove e a perna toda para amputação posterior. E depois ainda tem outro pé e outra perna, antes de ficar podre por dentro.
Já agora, lembro a família Cavaco que não se deve preocupar com a posição que o patriarca Aníbal ocupa na foto, junto ao precipício. Se por acaso ele cair, ainda ficam 10 membros da família.

domingo, 26 de julho de 2015

Para memória futura

Ontem, Jerónimo de Sousa esteve reunido no Seixal com reformados e pensionistas. Fartou-se de criticar o programa do PS em matéria de segurança social e política de emprego, mas sobre os 600 milhões que o governo quer cortar nas pensões, nem uma palavra.
PPC tem em Jerónimo um amigo para a vida.